Cultura japonesa em Curitiba

Cidade que nasceu e cresceu com imigrantes presta homenagem aos japoneses em feiras e locais repletos de história.
Os japoneses vieram ao Brasil a partir de 1908, em um acordo entre ambos os países. Dedicados inicialmente às lavouras de café do norte do Paraná e à cultura de hortaliças, chegaram em Curitiba a partir de 1915. Hoje, a cidade tem cerca de 150 mil descendentes, segundo a Associação Cultural e Beneficente Nipo-Brasileira da cidade. Apesar de muitos já não se dedicarem à lavoura, a presença de japoneses é forte nas feiras, bancas do Mercado Municipal e na oferta de restaurantes.

A Avenida Iguaçu e adjacentes, entre os bairros Batel e Água Verde, concentra muitos lugares onde é possível comer peixe cru e outras iguarias da culinária japonesa. Já nas feiras diurnas e noturnas espalhadas pela cidade os pastéis são o carro chefe, mas também dá para encontrar temaki e outros pratos para comer com ‘hashi’ ou, para os leigos, ‘palitinho’.

Mas a cultura japonesa não se conhece apenas pelo estômago. O Parque da Imigração Japonesa, que foi reaberto recentemente, é um espaço que homenageia os descendentes centenários. Reformado pela companhia de saneamento do estado, a Sanepar, o parque ganhou um centro de educação ambiental, o Memorial do Rio Iguaçu, que organiza atividades para conscientização sobre sustentabilidade e preservação de recursos naturais, principalmente a água.

Outro lugar para conhecer é o Palácio Hyogo, onde fica o Instituto Cultural e Científico Brasil-Japão. A casa é um exemplo de arquitetura japonesa e abriga um auditório, uma sala de exposições e uma sala de fotos e informações sobre a cidade-irmã de Curitiba, Himeje. O Consulado do Japão também organiza atividades esporadicamente em outros espaços da cidade, como mostras de filmes, exposições itinerantes e encontros sobre economia, cultura e esportes, sempre abertos e gratuitos.

Há também alguns festivais, como o Haru Matsuri, o Festival da Primavera, entre setembro e outubro; o Imin Matsuri, o Festival da Imigração Japonesa, que acontece em junho, e o Hana Matsuri, que é a festa das flores e aniversário do Buda histórico, em abril. Alguns eventos incluem mostras de vestimentas tradicionais, workshops de haicai (poemas curtos), oficinas de mangá, origami e, como não, culinária.

Sala Himeji

A Sala Himeji fica dentro do Memorial de Curitiba, um espaço cultural no centro da capital. O nome da sala é uma homenagem à cidade-irmã Himeji, onde fica um castelo que é tesouro nacional do Japão e Patrimônio da Humanidade da UNESCO desde 1993. A maquete do Castelo Himeji fica exposta nessa sala do Memorial, e representa a construção original, feita em 1346 com madeira e várias passagens secretas.

Praça do Japão

Localizada na Avenida Sete de Setembro, na Praça do Japão o visitante irá apreciar as 30 cerejeiras doadas pelo governo nipônico e lagos construídos nos moldes japoneses. Na mesma praça estão a Casa da Cultura, onde há uma biblioteca, o Centro Zen Budista e a Casa de Chá, onde toda quinta se realiza a tradicional cerimônia para servir a bebida mais popular da Ásia.

Espanglish Traduções
Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução simultânea em japonês.
(41)3308-9498 / (41)99667-9498
atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

As melhores cidades para visitar na Espanha

Espanglish Traduções

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Intérprete simultâneo de espanhol.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

Uma viagem pelas muitas cidades e locais a visitar em Espanha é, sem dúvidas, uma ótima ideia, afinal, é o país dos sonhos dos mochileiros, com paisagens naturais impressionantes, cidades vibrantes, ótimo clima, points de surfe, hostels perfeitos para socializar e todo tipo de comida deliciosa. Uma das coisas mais legais por lá é que você pode viajar entre as cidades da Espanha com relativa facilidade. O grande número de lugares incríveis para conhecer significa que você pode passar muito tempo viajando, indo da a cultura basca ao norte, passando pela influência árabe no sul do país e pela cultura catalã de Barcelona e seus arredores.

Então o que você está esperando? Aqui está a nossa lista com o que conhecer na Espanha, com um roteiro que vai desde os destinos favoritos dos viajantes até tesouros escondidos e menos lembrados.

O que visitar na Espanha

1. Ronda

locais a visitar em Espanha,best places to visit in spain / ronda

locais a visitar em Espanha / ronda

Diz a lenda que, depois de muita discussão, Ronda foi dividida pelos deuses. Felizmente, os moradores locais não brigam mais e formam um grupo bem amigável, e uma ponte linda de morrer foi construída para reunir os dois lados dessa pequena cidade de montanha da Andaluzia, fazendo de Ronda uma das cidades mais bonitas da Espanha.

Tire um tempo para passear pelas ruas de paralelepípedos da cidade, veja a ponte épica de baixo e também vá até o alto para apreciar a vista do desfiladeiro. Para manter os custos mais contidos, use algum transporte público para chegar por aqui (a cidade tem estações de trem e ônibus) e fique em um de seus hostels.

Hostels em Ronda

2. Bilbao

melhores locais a visitar em Espanha, bilbao

best places to visit in spain / bilbao

Empoleirada na costa norte do país, na região conhecida como País Basco, Bilbao é uma antiga cidade industrial que rapidamente está se tornando uma das principais cidades da Espanha. Lar do incrivelmente fotogênico Museu Guggenheim, que está entre uma das atrações imperdíveis da Espanha, o museu não é a única coisa que essa cidade artística e descontraída tem para oferecer. Se você está com o orçamento apertado, procure uma das atrações grátis, como o Museu de Belas Artes nas quartas-feiras (quando todos entram de graça), ou bata perna pelo Mercado de La Ribeira, o maior mercado fechado da Europa.

Para refeições saborosas e baratas, peça um prato de Pintxos no Bar Charlie ou experimente os pratos rústicos e old-school do Rio Oja.

Hostels em Bilbao

3. Madri

best places to visit in spain / madrid

best places to visit in spain / madrid

Capital da Espanha, Madri é uma dos melhores destinos do país para conhecer com orçamento apertado, graças aos incríveis hostels e ótima cena gastronômica. Madri é uma daquelas cidades em que você pode só caminhar sem rumo e esbarrar com todo tipo de lugares lindos. Se você prefere ter caminhos definidos, conheça o majestoso Palácio de Cibeles, o Templo de Debod, uma das poucas construções do Egito antigo erguida fora do território egípcio, e o Museu Nacional do Prado, onde você vai ver obras de El Greco, Francisco de Goya e Hieronymous Bosch.

Para uma dica de refeição autêntica e barata, vá até o Tinto y Tapas para deliciosas porções de tapas espanholas e bebidas com preços acessíveis.

Hostels em Madri

4. San Sebastian

best places to visit in spain / san sebastian

best places to visit in spain / san sebastian

Não faz muito tempo que os mochileiros descobriram San Sebastian, também na região do País Basco, mas é fácil descobrir o que faz dessa cidade um dos melhores lugares para conhecer na Espanha: praias perfeitas e com visual incrível, surfe, várias coisas boas de comer por todo canto e vida noturna surpreendentemente animada. Yeap, San Sebastian tem tudo o que você quer em uma cidade, inclusive ótimos hostels. (Dê uma olhada no A Room in the City, um dos melhores hostels de toda Europa!)

Uma das dicas mais legais em San Sebastian é se juntar a um “pintxos crawl”. Basicamente, os Bascos pegam um pintxo (algo parecido com as famosas tapas) em cada bar – e uma bebida, e depois passa para o próximo bar, para mais um pintxo e uma bebida, e assim segue para o bar seguinte, e seguinte… Ao fim do passeio, você está satisfeito, alimentado, animado e pronto para uma divertida noite na cidade. Tente fazer uma parada no Taberna Dakara Bi, um dos lugares preferidos por lá e que não vai machucar seu bolso.

Hostels em San Sebastian

5. Granada

best places to visit in spain / granada

best places to visit in spain / granada

Granada, na região de Andaluzia, é uma das principais cidades da Espanha para ter um gostinho do deslumbrante patrimônio arquitetônico Mouro herdado pelo país, já que é lar do icônico Palácio Alhambra. Este Patrimônio Mundial da UNESCO não só tem uma beleza deslumbrante, mas também está entre os melhores lugares da Espanha para parar e relaxar: os luxuosos jardins do palácio vão recarregar sua alma, e as trilhas pela Sierra Nevada estão a uma curta distância de ônibus.

Ah! Lembre-se de reservar com antecedência os ingressos do Palácio Alhambra, pois as cotas diárias são limitadas e acabam rapidamente, e leve muita água se resolver fazer uma das trilhas durante o verão intenso. Ninguém curte um viajante desidratado!

Fonte:https://www.brazilian.hostelworld.com/blog/melhores-locais-a-visitar-em-espanha/

Os Estilos De Música Mais Populares Da Espanha

Espanglish Traduções

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução simultânea em espanhol.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

A música é parte integrante da vida espanhola e é no centro de todo festival e celebração. Do flamenco famoso e extravagante ao sabor único do rock alternativo do país, as diversas regiões da Espanha produzem e desfrutam de diferentes sons. Há uma gama enorme para os amantes da música explorarem, mas para começar, aqui está o nosso guia para os tipos de música que são mais apreciados em Espanha.

Guitarra Clássica

Quando pensa em música espanhola, uma das primeiras imagens que podem aparecer na sua cabeça são de um guitarrista espanhol tocando na Andaluzia, onde a guitarra foi inventada. O violão clássico espanhol foi levado a novos patamares por nomes como Carlos Montoyo, Manuel de Falla, Joaquín Rodrigo e Narciso Yepes, e muitos acreditam que Andrés Segovia estabeleceu o violão clássico como um gênero por si só.

Pop

Macarena , alguém? A música pop é tão grande na Espanha quanto em qualquer outro lugar. Embora muito do que você vai ouvir em bares e clubes seja americano ou britânico, a Espanha também tem muitos talentos locais. Bandas espanholas são famosas por produzirem algumas das músicas pop mais bacanas do Los Del Rio e seu hit dos anos 90, ‘Macarena’ (que você ainda pode ouvir em clubes espanhóis) para David Bisbal, e mais recentemente, os gostos de O indie rock é enorme na Espanha, com lendas indie como Los Planetas creditados com a explosão de popularidade do gênero aqui. Mais recentemente, bandas locais fazendo ondas na Espanha e no mundo todo incluem o peculiar Pony Bravo e Fuel Fandango, que incorporam tudo do rock ao flamenco em seu som.

Fuel Fandango | Imagem cedida por http://www.fuelfandango.com

Bacalao

De volta ao dia (em meados dos anos 80, para ser exato) Valência era a capital espanhola do hedonismo, uma espécie de mechica dos clubes anos antes de alguém saber sobre Ibiza. E muitos dos clubes tocavam um tipo de música chamada

bacalao;

que significa ‘cod’ em espanhol, a palavra vem de gírias usadas por DJs valencianos para descrever boa música importada do exterior em meados dos anos 80 (nada da Nova Ordem às Irmãs da Misericórdia.) Hoje você ainda pode encontrar um ou dois clubes em Valência com uma história que remonta a esse tempo, e a cidade continua sendo um ótimo lugar para festejar. Jazz Jazz tem um grande número de seguidores na Espanha, com cada cidade ostentando um par de excelentes bares de jazz fazendo shows de artistas locais e internacionais. Festivais de jazz são realizados em toda a Espanha no verão, de Barcelona a San Sebastián.

Clássica

As cidades da Espanha abrigam incríveis casas de show clássicas de classe mundial. Grandes concertos em Madri acontecem no magnífico Auditório Nacional de Música, sede da orquestra nacional espanhola. Em Barcelona, pode apanhar grandes nomes em concerto no excêntrico art nouveau Palau de la Música, enquanto o próprio Palau de la Música de Valência também organiza um programa completo de eventos com artistas locais e nacionais. Em todas as três cidades (e outras em toda a Espanha), numerosos concertos ao ar livre também acontecem em parques e jardins no verão

Palau de la Musica, Valencia | Cortesia do Turismo de Valência

Jota

Os estilos musicais mais tradicionais ainda estão prosperando na Espanha hoje. Um deles é o jota, que mistura violão, castanholas, pandeiros e às vezes a flauta. O estilo, popular em toda a Espanha, é dito ter origem em Aragão, e agora você pode ver variações consideráveis de uma região para outra.

Zarzuela

Outra forma tradicional de música, zarzuela é uma espécie de ópera popular que começou como uma espécie de entretenimento judicial no Palacio de la Zarzuela, perto de Madrid. Essa forma de arte expressiva foi suprimida sob Franco em seus esforços para tornar a cultura espanhola uniforme em todas as regiões, mas depois de sua morte a forma se tornou incrivelmente popular, especialmente com a geração mais jovem, e hoje você pode ouvir na TV e rádio. >Cantos gregorianos

Fonte: https://pt.yourtripagent.com/1707-10-most-popular-styles-of-music-in-spain

10 curiosidades culturais sobre a Espanha

Espanglish Traduções

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução simultânea em espanhol.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

1. A Espanha é o segundo maior país da Europa Ocidental depois da França. Além do território situado entre a Andorra, França e Portugal, o território espanhol também inclui Gibraltar e Ilhas Canárias, além de duas cidades autônomas no Norte da África chamadas Melila e Ceuta.

2. A língua oficial no país é o espanhol, mas há outras línguas com o estatuto de co-oficiais. São elas: o catalão, o galego, o basco, o aranês e o valenciano.

3. Falado na região da Galícia, o galego é uma língua muito próxima do português.

4. Em 1580, Portugal e Espanha passaram a ser um só país. A União Ibérica durou até 1640, quando os portugueses conseguiram a sua independência. Isso quer dizer que durante um bom tempo, todos nós fomos espanhóis.

5. Nas cidades do interior, é comum no horário do almoço encontrar o comércio local fechado por um período médio de duas horas, é a siesta. Os nativos têm o hábito de dormir após a refeição. Eles vão para casa, dormem por pelo menos uma hora e então retornam as suas atividades.

6. Na Espanha os filmes são todos dublados, e ver os filmes com legendas é uma exceção. Os filmes são vistos dublados não só na tv, mas também no cinema e na tv a cabo.

7. O “Dia de Reis” (06 de janeiro, feriado nacional) é mais importante que o Natal para as crianças espanholas. Há desfiles pelas cidades com os Reis Magos vistos por milhares de crianças que esperam ansiosas seus presentes (ou carvão, caso tenham se comportado mal).

8. Na maioria das regiões espanholas é costume levar a aliança de casamento no dedo anular da mão direita.

9. No final de fevereiro a Espanha também tem o carnaval. Em Santa Cruz do Tenerife, a festa de carnaval segue os mesmos moldes do carnaval do Rio de Janeiro.

10. A tradição mais polêmica de toda a cultura espanhola é a Tourada (ou Corrida de Toros, como é conhecida na Espanha).

Fonte:https://www.soespanhol.com.br/conteudo/Curiosidades_espanha.php

20 Coisas que Provam que o Japão vive em 3018

Assista esse vídeo que mostra que o Japão é um país ”futurista”:

canal: INCRÍVEL

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução Simultânea em Japonês.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br