Como é o dia a dia numa escola dos EUA?

Espanglish Traduções

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Intérprete simultâneo de inglês.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

DIA LONGO

Nas escolas norte- americanas, os alunos estudam em período integral – das 8 às 16 horas – e não existe horário noturno. Cada aula dura aproximadamente uma hora e há seis ou sete disciplinas por dia. Nas escolas norte- americanas, os alunos estudam em período integral. No total, são cerca de oito horas de ralação

INDEPENDENTES

Na época do Ensino Médio, que por lá se chama high school (do 9o ao 12o ano), a maioria dos estudantes já tem carteira de habilitação e vai para a aula dirigindo seu próprio carro – nos EUA, a carta de motorista pode ser tirada aos 16. Os alunos também têm liberdade de sair para dar uma voltinha nos intervalos

ESTUDANTES NÔMADES

Na high school, os professores é que recebem os alunos na sala de aula. A galera não tem carteira fixa e precisa carregar o material de uma classe para outra. É por causa do vaivém de gente e de material que existem os armários com cadeados no corredor, onde é possível guardar os pertences

– Depois do ataque de Columbine, em 1999, algumas escolas instalaram detectores de metal para evitar atiradores

HORA DO RANGO

O intervalo serve para os alunos almoçarem. Ele acontece entre 12 e 14 horas. Nos bandejões, os alunos formam fila e pagam, em média, US$ 2 pelo almoço. Os estudantes que não têm condições de pagar recebem um auxílio da escola

QUER MAIS?

lém das aulas optativas, os alunos podem participar de clubes de estudo após o fim das aulas. Neles, há cursos como liderança, redação e debate político. Todos eles podem dar créditos ao aluno, mas, caso esteja pendurado em alguma disciplina, a escola pode recusar sua inscrição

ANO LETIVO

O ano letivo dos norte-americanos começa em agosto ou setembro e termina em maio ou junho. As férias deles são em julho (para aproveitarem o verão), com alguns dias de descanso entre o Natal e o Ano-Novo

VOCÊ MANDA

Nos EUA, os alunos escolhem o que querem estudar. Há disciplinas obrigatórias, como matemática, inglês, ciências, história, economia e governo dos EUA. O resto são aulas optativas, como educação artística, música, esportes e teatro. Em certas escolas, é possível aprender cuidados com horta, marcenaria e culinária

PUNIÇÃO

Há seis tipos de punição para os alunos baderneiros. Elas vão desde o simples comunicado no caderno, que precisa ser assinado pelos pais, até as detenções, em que o aluno precisa ficar por algumas horas ou mesmo um sábado inteiro na escola, estudando. E há também as suspensões e expulsões, iguais às do Brasil

-Entre os esportes optativos, o futebol só pode ser praticado por meninas,enquanto o futebol americano é exclusivo para os meninos

O BOLETIM

A partir do quinto ano, as notas nos EUA vão de A a F:

A – De 90 a 100 pontos

B – De 80 a 89 pontos

C – De 70 a 79 pontos

D – De 60 a 69 pontos

F – Abaixo de 59 pontos

Fonte: https://www.google.com/amp/s/super.abril.com.br/mundo-estranho/como-e-o-dia-a-dia-numa-escola-dos-eua/amp/

Carnaval deve injetar 5% na economia de Campo Grande

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução Simultânea em Campo Grande nas línguas espanhola, inglesa, francesa, alemã, italiana, russa, holandesa, portuguesa (PT), japonesa, coreana, entre outras.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

O Carnaval este ano deve injetar 5% na economia de Campo Grande, de acordo com levantamento do Instituto de Pesquisa da Fecomércio-MS. A expectativa de incremento na economia é baseada nos resultados dos últimos anos. Os R$ 48 milhões registrados em 2018, foram 18% maior que o verificado no ano anterior (2017), de R$ 40 milhões.

De acordo com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur) as pesquisas da Fecomércio mostram a tendência de movimentação econômica e a quantidade de pessoas motivadas a gastar nos dias de folia. O levantamento mostra que os campo-grandenses têm viajado menos durante o Carnaval. Houve redução na quantidade de pessoas que pretendiam viajar em 2018, de 21,85% para 15,9%.

Em Campo Grande serão cinco noites de folia, com bandas de renome. A Sectur aguarda posicionamento do Ministério Público Estadual (MPE), ao qual foi apresentado o projeto. O MPE vai decidir também se os grupos independentes, como o Cordão Valu, poderão se apresentar na Esplanada Ferroviária, como acontece todos os anos.

No Carnaval de 2019, além dos eventos na Avenida Interlagos, acontecem as apresentações dos blocos e cordões independentes, das escolas de samba e dos blocos oficiais.

fonte: https://www.midiamax.com.br/cotidiano/economia/2019/carnaval-deve-injetar-5-na-economia-de-campo-grande/

Campo Grande recebe a maior feira de observação de aves da América Latina

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução Simultânea em Campo Grande nas línguas espanhola, inglesa, francesa, alemã, italiana, russa, holandesa, portuguesa (PT), japonesa, coreana, entre outras.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

Campo Grande tem mais de 350 aves catalogadas apenas dentro da cidade, inclusive espécies raras e ameaçadas de extinção. Pensando nisso, a Capital recebe em novembro a 13ª edição da Avistar, maior feira de observação de aves da América Latina. O evento está marcado para os dias 23, 24 e 25 do próximo mês no Museu das Culturas Dom Bosco, no Parque das Nações Indígenas.

Para lançar a feira, um encontro anuncia a realização do evento nesta quarta-feira (24), às 9 horas no Plenarinho do Paço Municipal de Campo Grande. A cidade foi escolhida para receber o evento por ser reconhecida como a Capital do Turismo de Observação de Aves.

Segundo a Prefeitura, o evento irá movimentar a cidade, já que contará com a presença de observadores de aves, ambientalistas, estudantes e pesquisadores. O evento é realizado pela Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo) em parceria com o Instituto Mamede, Instituto Arara Azul e COACGR (Clube de Observadores de Aves de Campo Grande).

fonte: https://www.midiamax.com.br/cotidiano/2018/campo-grande-recebe-a-maior-feira-de-observacao-de-aves-da-america-latina/