Empresa chinesa vence concurso de fogo-de-artifício de Macau no dia da China

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução de Documentos de Comércio Exterior COMEX e Desembaraço Aduaneiro Chinês nas línguas espanhola, inglesa, francesa, alemã, italiana, russa, holandesa, portuguesa (PT), japonesa, coreana, entre outras.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

A empresa chinesa Liuyang New Year Fireworks venceu a 29.ª edição do Concurso Internacional de Fogo-de-Artifício de Macau, que terminou esta segunda-feira, Dia Nacional da China, e é um dos cartazes turísticos daquela região.

Milhares de pessoas reuniram-se na baía em frente à Torre de Macau para assistirem ao último dia do concurso, reservado aos espetáculos da Itália e da China. Na cerimónia de entrega de prémios, a responsável pela Direção dos Serviços de Turismo (DST) descreveu o evento como um dos “maiores cartazes turísticos” do território, capaz de atrair turistas de todo o mundo.

“A DST irá continuar a apresentar eventos diversificados e inovadores, em cooperação com diferentes serviços governamentais, instituições, associações (…) com o objectivo de transformar Macau num centro mundial de turismo e lazer”, sublinhou Helena de Senna Fernandes.

A companhia pirotécnica “Luso” voltou a representar Portugal no concurso, que contou ainda com a participação de equipas das Filipinas, Coreia do Sul, Japão, Bélgica, França, Alemanha e Áustria.

O grupo português viu a sua atuação inspirada no Fado ser adiada uma semana, devido ao tufão Manghkut, que atingiu Macau no dia 16 de setembro e obrigou as autoridades a içarem o sinal 10 de tempestade tropical, o máximo na escala de alerta. À data, em conferência de imprensa, o representante da empresa, Vítor Machado, lembrou que todo o material foi ‘made in’ Portugal.

Este ano, a “Luso” decidiu investir “numa viagem de sonoridades”, “desde os clássicos, como Amália [Rodrigues]” e António Zambujo, até ao Fado In Bossa e aos Beat Bombers Remix, passando por artistas como Rodrigo Leão e Camané, Pedro Abrunhosa, Dulce Pontes, Deolinda e, inclusive, os Gaiteiros de Lisboa, disse.

No ano passado, o concurso foi cancelado devido aos estragos provocados pelo tufão Hato, que atingiu Macau em 23 de agosto, causando dez mortos, mais de 240 feridos e prejuízos avaliados em 1,3 mil milhões de euros.

fonte: https://observador.pt/2018/10/01/empresa-chinesa-vence-concurso-de-fogo-de-artificio-de-macau-no-dia-da-china/

Nova ponte suspensa de vidro atrai turistas na China

 Com 268 metros de extensão e a 158 metros de altura, ponte na província de Henan é trêmula e tem painéis que simulam rachaduras quando as pessoas caminham sobre eles. Travessia une dois penhascos em Xuchang.

 Uma nova ponte suspensa, com piso de vidro, na província chinesa central de Henan, trouxe uma divertida mistura de empolgação e susto a turistas durante o feriado do Festival da Primavera.

A ponte, aberta ao público cerca de uma semana antes do feriado, tem 268 metros de extensão e fica a 158 metros de altura. Os painéis de vidro têm espessura de 2,4 centímetros e apresentam imagens de rachaduras quando as pessoas caminham sobre eles.

Pendurada sobre dois penhascos em uma bela paisagem na cidade de Xuchang, a ponte trêmula atraiu muitos turistas que queriam testar sua coragem.

“Ela é suspensa e trêmula, o que torna a travessia mais assustadora”, disse um deles.

A China possui agora dezenas de passagens, pontes e plataformas de observação de vidro em seus pontos turísticos espalhados pelo país.

No final do ano passado, outra ponte suspensa de vidro, com 488 metros de extensão, foi inaugurada na província de Hebei, no norte do país.

Fonte: https://g1.globo.com/turismo-e-viagem/noticia/nova-ponte-suspensa-de-vidro-atrai-turistas-na-china.ghtml

http://globotv.globo.com/g1/g1-turismo-e-viagem/v/nova-ponte-suspensa-de-vidro-atrai-turistas-na-china/6518361/

Espanglish Traduções oferece os seus serviços de tradução na língua chinesa.

Tradução de Chinês. Tradução Simultânea em Chinês.
Tradução Técnica em Chinês. Legendas de vídeos em Chinês. Tradução Juramentada em Chinês. Tradução Consecutiva em Chinês. Tradução Escrita em Chinês.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

 

ALFABETO CHINES MANDARIM – A MELHOR aula de Letras Chinesas até HOJE

Assista este vídeo que ensina o alfabeto em chinês. (obrigado, Canal Aprenda Falar Chinês).

Espanglish Traduções oferece os seus serviços da tradução em Chinês. Tradução juramentada, técnica, legendas e tradução simultânea e consecutiva em Chinês.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

Primeiros dicionários ‘online’ Português/Chinês e Chinês/Português feitos a partir de Macau

Os primeiros dicionários ‘online’ Português/Chinês e Chinês/Português agora disponibilizados foram feitos a partir de Macau por Ana Cristina Alves, demoraram cerca de um ano e da equipa que o produziu consta uma professora chinesa de português e mandarim.

Doutorada em Filosofia da História e da Cultura Chinesa, Ana Cristina Alves disse hoje à agência Lusa que quando lhe foi feito o desafio pensou que “não iria ser capaz”, pois à data lecionava na Universidade de Macau e “não tinha tempo”.

“Mas logo me foi dito que teria a equipa de informática da Porto Editora a trabalhar comigo e, ao fim de um ano o trabalho estava feito, em menos tempo do que aquele que me davam”, salientou a autora de vários livros e manuais sobre a língua e cultura chinesas.

O facto de o desafio ter sido “bastante aplacado” pela colaboração que lhe chegava do Porto, foi no “trabalho de pesquisa” na tradução para chinês moderno das entradas que lhe chegavam de Portugal que encontrou as “maiores dificuldades”.

“Foi uma pesquisa enorme pois cada entrada tem vários sentidos e havia que verificar quais eram as oportunas para cada uma delas”, explicou a docente, vincando que o trabalho feito foi no “sentido de criar um dicionário que seja básico e essencial, para os contemporâneos”.

E prosseguiu: “não se trata de um dicionário erudito, mas sim para comunicação, em que tanto os estudantes, turistas e empresários o possam utilizar”.

Fonte: https://www.dn.pt/lusa/interior/primeiros-dicionarios-online-portugueschines-e-chinesportugues-feitos-a-partir-de-macau-9127074.html

Espanglish Traduções oferece tradução de manuais nas línguas chinesa, italiana, inglesa, espanhola, francesa, alemã, japonesa, mandarim, árabe, coreana, holandesa (entre outras).

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

CHINESES REAGINDO A COMIDA CHINESA DO BRASIL

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=Gxjuo3wwPEY

Traduções de chinês. Tradução Juramentada, Simultânea, Consecutiva em Mandarim.

http://www.espanglish.com.br

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

Mandarim será requisito de 42% das empresas dos EUA até 2020

Demanda no Brasil ainda é tímida, mas deve crescer nos próximos anos, segundo especialistas

 

São Paulo – Procura por profissionais que falam outros idiomas deve crescer nos Estados Unidos na próxima década. De acordo com pesquisa do University of Phoenix Research Institute, a proficiência em espanhol e mandarim lidera a lista de habilidades que serão mais requisitadas pelos empregadores.

Ao todo, 42% das empresas ouvidas pela pesquisa admitiram que querem contratar pessoas que dominem o idioma oficial da China.

A demanda é um retrato fiel da mudança de foco dos negócios internacionais de hoje: com os investidores, ao mesmo tempo, encantados com o ritmo de crescimento chinês e desconfiados com as economias que ainda estão se recompondo da crise.

Para se ter uma ideia, a China atraiu, em 2010, 101 bilhões de dólares em investimentos, de acordo com relatório da Conferência da ONU para o Comércio e Desenvolvimento (Unctad). Com isso, o país está atrás apenas dos Estados Unidos na lista dos principais destinos de investimentos estrangeiros.

Brasil
Dadas as proporções do estreito relacionamento comercial entre Brasil e China, a demanda ainda é tímida no território nacional. Mas, afirmam especialistas, profissionais com esse perfil já são “disputados a tapa” em alguns setores.

“A princípio, a procura por profissionais que falassem mandarim era para atuar nos escritórios das empresas brasileiras na China”, afirma Eduardo Baccetti, sócio-diretor da consultoria 2GET.

Nos últimos anos, de acordo com o especialista, essa procura se acentuou, mas em uma situação inversa. Agora, os chineses estão entrando no Brasil. E compreendê-los em sua língua nativa é um diferencial para todo profissional.

“Nos próximos anos, o Brasil vai entrar em um processo muito pesado de investimentos em infraestrutura”, diz Baccetti. “Boa parte desses projetos terá participação de investidores chineses. O profissional que souber mandarim será muito valorizado”.

De acordo com a Câmara Brasil China de Desenvolvimento Econômico (CBCDE), a estimativa é de que, em 2010, o comércio com os chineses tenha alcançado a marca dos 50 bilhões de dólares.
Vista de Pequim à noite (Getty Images/EXAME.com)
Nesse cenário, as oportunidades para profissionais que tenham domínio sobre o mandarim extrapolam os limites dos bancos de investimento ou empresas ligadas ao comércio internacional. De acordo com Bacetti, setores do entorno, como escritórios de advocacia internacional e até agências de propaganda, vão começar a procurar pessoas com esse perfil.

Aprendizado
No entanto, essa crescente importância do mandarim para os negócios globais não é suficiente para motivar os ocidentais a encarar a aprendizagem da língua. Dos 518 profissionais que participaram da pesquisa da University of Phoenix Research Institute, 80% admitiam que não gostariam de aprender o idioma.

Isso é facilmente explicado pelas características do idioma oficial da China. Primeiro, o mandarim não é elaborado com base em um alfabeto convencional, mas sim em 60 mil ideogramas que representam conceitos. “A pessoa deve fazer uma associação de ideias e não de letras”, diz Chen Hsiu Li, professora do colégio Sidarta, de São Paulo, que oferece aulas de mandarim na grade de matérias obrigatórias dos ensino fundamental e médio.

Os diferentes tons do idioma também podem fazer muitos ocidentais tropeçar. “Se você confunde a entonação, muda todo o significado da palavra”, diz a professora. E também não vale ter “letra feia”. De acordo com a especialista, basta um traço diferente na caligrafia do ideograma para que a palavra perca todo o seu sentido.

Cláudia Siqueira, diretora do colégio ameniza a situação. “Existe uma complexidade do idioma para a própria comunidade chinesa. Na vida comum de um chinês, ele também esbarra com essas questões”, diz.

Fonte: revista EXAME.

As diferenças entre o Chinês – mandarim e cantonês

Sempre há muitas dúvidas em relação ao idioma que se fala na China.

E não poderia ser diferente, já que esse país tem cerca de 80 diferentes dialetos, que são oriundos das 56 etnias reconhecidas pelo governo chinês, sendo que a etnia Hàn é a dominante, com 91% da população chinesa.

Resumindo, o idioma oficial é o mandarim. Ele é ensinado nas escolas como língua materna. Mesmo assim a linguagem popular é muito forte e mesmo no Brasil, que só possui um idioma, podemos perceber claramente os regionalismos, e muitas palavras usadas no sul, não possuem o mesmo significado no norte do país. Agora imaginem um país que tem os dialetos reconhecidos e usados normalmente no dia a dia de cada região do país.

Mas, além de tudo isso, tem o cantonês que é o dialeto mais usado depois do mandarim. Dentro da China Continental, o cantonês é usado na região de Guanzhou. E também é usado em Hong Kong e Macau.

E, para quem não sabe, o mandarim e o cantonês são línguas faladas (e muitas vezes escrita) de forma completamente diferentes.

writing-711286_960_720chinese-18654_960_720

Logo que cheguei à China, fui visitar Hong Kong. Como não entendia nada e nem sabia dessas diferenças todas, achei que ambos falavam a mesma língua, completamente inacessível para uma pobre mortal ocidental!

Mas depois de uns anos convivendo com o mandarim e tentando aprender algo, fui novamente a Hong Kong e consegui notar claramente a diferença. Não consegui entender nem o ‘xie xie’ (obrigada) deles.

Quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha?

Pois é, aí está a grande questão, que mais uma vez a professora Chen Xiaofen me ajudou a entender e divido com vocês:

Chinês – 中国话 zhongguó huá – literalmente, língua chinesa, engloba os 80 dialetos que existem no país.

Então se você disser que fala ‘chinês’ significa que você domina esse monte de idiomas!! =O

Mas muita gente diz que fala Hányu 汉语 , o que também não é certo, pois Hànyu quer dizer o idioma da etnia Hàn, e engloba 7 dialetos/idiomas, entre eles o mandarim e o cantonês… ufa, que confusão.

Outra curiosidade é que os caracteres, os hànzi 汉字 , na tradução literal quer dizer – escrita da etnia hàn.

E para finalizar, o mandarim (língua oficial e que todo mundo aprende nas escolas e cursos de línguas) é oPǔtōnghuà 普通话.

Está confuso?

Provavelmente! E não é culpa sua. A coisa é tão complicada que demorei algum tempo para entender e tive que, literalmente, desenhar para perceber as diferenças e toda essa ‘genealogia’.

Mas não se desespere…

Assista esse vídeo da Professora Chen Xiaofen, onde ela explica tudinho de forma clara e cheia de exemplos e desenhos (rs) que facilitam o entendimento.