Bons vinhos

É quase impossível falar da França e se esquecer dos majestosos vinhos franceses.

São os mais produzidos do mundo. E são consumidos sempre acompanhando uma refeição, principalmente com amigos e família.

Ao que tudo indica, os primeiros vinhedos foram feitos em Bordeaux, mas hoje em dia os mais conhecidos são produzidos na região da Borgonha, não tão distante de Paris e Lyon. Essa região recebe turistas de todo o mundo e um dos seus aspectos positivos é o bom vinho apreciado por lá.

Conheça agora alguns dos mais famosos vinhos da França:

Médoc: vinhos tintos, das margens do Rio Gironde, ao norte de Bordeaux

Margaux; vinhos tintos também, porém moderadamente encorpados

Chablis: um dos vinhos brancos franceses mais famosos

Saint Emilion: é um dos principais vinhos tintos e um dos mais famosos da região de Bordeaux

Nuits-Saint-Georges: vinho tinto com aroma de cereja, cassis e truffe.

Obviamente aqui só estão poucos dos mais conhecidos vinhos produzidos na magnífica França.

 

Alimentos típicos da França

Todos sabem que a culinária francesa é uma das mais riquíssimas que existem e dizer isso talvez seja relativo, já que cada pessoa tem um gosto diferente. Porém essa afirmação significa dizer que os restaurantes presentes na França são sem dúvida, dos mais renomados estabelecimentos com dotes culinários que há. Conheça alguns alimentos típicos de lá:

Fonte: http://www.getninjas.com.br

Croissant

croissant

Esse já é querido pelos brasileiros, sua massa era inicialmente feita como a de pão comum e ao longo do tempo foi modificada. A massa folhada como conhecemos foi aprimorada pelos padeiros de Paris, no início do século 20.

Petit Gâteau

Petit_Gateau

Outro prato bem conhecido e delicioso! A receita original é composta por um bolo de chocolate mal passado e com interior cremoso, acompanhado de uma bola de sorvete de baunilha. Aqui no Brasil já podemos encontrar várias versões dessa receita. Veja como preparar um delicioso petit gâteau.

Macarons

macarons

O prato foi na realidade introduzido na França pela Catarina di Médici, uma rainha italiana. Mas as freiras de Nancy descobriram a receita secreta e passaram a produzi-la, tornando a cidade um local famoso pelos primeiro macarons franceses. O prato foi incrementado, no século XX, com deliciosos recheios, deixando-os do jeito que conhemos hoje. O prato é super requisitado em eventos aqui no Brasil, com várias cores.

Madeleine com especiarias

madeleine

Um bolinho amanteigado em formato de concha. É um dos doces mais tradicionais da cozinha francesa e ficou eternizado na obra do escrito Marcel Proust, “Em busca do tempo perdido”, na qual ele descreve as lembranças despertadas pelas ‘madalenas’, como também é conhecida.

Ratatouille

ratatouille

É um receita típica da região de Província, na França. O nome significa picar ou triturar. Um prato a base de legumes, não pode faltar beringela nem tomate. Para quem não conhecia o prato, provavelmente passou a conhecer depois do filme do ratinho cozinheiro, intitulado com o nome do prato típico francês, Ratatouille.

Cassoulet

CASSOULET

Típico das cidades de Carcassone, Castelnaudary e Toulouse. É um clássico da culinária francesa e teria nascido durante a guerra dos Cem Anos, como um cozido feito com todos os ingredientes disponíveis, análogo a nossa feijoada. É um prato ideal para o inverso, preparado com feijões brancos, frango e variedades de carne de porco.

Profiterole

profiteroles

 

Uma deliciosa sobremesa feita de massa açucarada recheada com cremes, sorvetes ou caldas. É um doce bastante popular na França, e teria sido criado por um chef italiano, atendendo a um pedido de Catarina de Médicis.

Croque monsieur

croque-monsieur

É um lanche preparado com pão de forma, queijo gruyère, manteiga e molho branco bechamel. O prato nasceu em Paris, no início do século 19. E que tal um Croque Monsieur para o lanche da tarde?

Quiche lorraine

quiche-lorraine

Um prato tradicional da região da Alsácia. Tem como recheio uma mistura de bacon, creme de leite, manteira e noz-moscada.

Coq au vin

Coq-Au-Vin

Uma receita que já possui séculos de existência. Segundo consta, foi criado para o imperado romano, Julio César, ao conquistar a região da Gália. A receita original era preparada com galos em idade avançada e o vinho para amaciar a carne. Hoje em dia, pode ser feito com frango ou galinha caipira, é cozinhado com bacon, cebora, alho, vinho tinto, cogumelos, salsa, entre outros ingredientes.

Esses alimentos são muito conhecidos em qualquer lugar do mundo, inclusive no Brasil.

Cidade de papelão desafia a natureza na França

Espanglish Traduções

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução simultânea em francês.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

Caixa de papelão, fita adesiva e muitos voluntários: o suficiente para a grande obra de arte de Olivier Grossetête na cidade francesa de Le Havre. Inspirado no centro da cidade, Patrimônio Mundial da Humanidade reconstruído pelo famoso arquiteto Auguste Perret após a Segunda Guerra Mundial, o artista francês planejou a instalação com 14 prédios feitos de papelão. Porém, quando os prédios estavam quase prontos, uma ventania de 60km/h chegou à cidade. A força da natureza interrompeu a construção da cidade de papelão e, ao amanhecer, apenas quatro prédios estavam intactos. Os moradores reuniram os destroços e criaram um novo prédio. A instalação – pensada exatamente para durar poucos dias – foi posteriormente demolida pelos próprios construtores.

Fonte: https://m.dw.com/pt-br/cidade-de-papel%C3%A3o-desafia-a-natureza-na-fran%C3%A7a/av-50198101

A IMPORTÂNCIA DO ESPORTE NA SOCIEDADE FRANCESA

Espanglish Traduções

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução simultânea em francês.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

Apesar de não ser fácil de admitir, todo mundo sabe que a França é boa de bola. Mas o que talvez você não saiba é que não é só no futebol. Por isso trouxemos esse post com mais detalhes sobre a importância do esporte na sociedade francesa, inclusive como traço cultural.

Potência mundial

Esporte tem valor cultural, acadêmico e social para os franceses o que faz do país umas das grandes forças mundiais.

A França está entre as 5 maiores potências esportivas do mundo e a 1ª europeia no ranking das “Grandes Nações do Esporte”, elaborado pela Havas Sports & Entertainment (2012). Ficando atrás dos EUA, da China, e da Rússia, sede da copa de 2018.

As federações esportivas francesas com assessoramento do Instituto Nacional do Esporte, da Expertise e da Performance (INSEP) garantem a formação e a preparação dos atletas de alto nível, visando à excelência no esporte e ao bom desempenho escolar, universitário ou profissional.

Os esportes mais praticados

A paixão pelo esporte abrange diversas modalidades, na França há também três escolas nacionais com missões específicas: o Instituto Francês do Cavalo e da Equitação; a Escola Nacional de Vela e Esportes Náuticos; e a Escola Nacional dos Esportes de Montanha.

Os franceses praticam os mais variados esportes, desde a simples caminhada até o arco e flecha.

Le Foot, o futebol, é o esporte, assim como no Brasil, mais popular na França. Porém, o rugby union, ciclismo, tênis, automobilismo, basquetebol e iatismo são também bastante expressivos em popularidade.

Vale destacar também a prática da Esgrima, Boxe francês, Parkur, Kite surfing e Futebol de mesa, o famoso ping-pong – que é habitualmente praticado em bares e casas, mais ou menos como acontece com a sinuca aqui no Brasil.

Você sabia que os Jogos Olímpicos modernos foram inventados na França, em 1894 por Pierre de Coubertin? Não à toa, já sediou e venceu a Copa do Mundo da FIFA em 1998, sediou a corrida de ciclismo anual Tour de France e o torneio Grand Slam de tênis Torneio de Roland-Garros.

Esporte como postura social

A prática do esporte é tão arraigada na sociedade francesa que existem clubes públicos oferecidos pelas prefeituras. Assim, as mais diversas modalidades de esportes tornam-se acessíveis para todas as classes sociais e nacionalidades.

Em Paris, por exemplo, existe praticamente uma piscina municipal para cada um dos 20 bairros. Além de ter aulas de natação ou hidroginástica, você pode apenas ir para se refrescar. Normalmente o valor pago é apenas o de um acesso, em torno de 3 euros.

Para quem vai estudar em uma universidade francesa é possível fazer esportes na própria universidade. Algumas dispõem de academias de musculação, salas de esportes (step, reforço muscular, alongamento, etc), corrida em grupo, arco e flecha, natação, tênis, ping pong, entre muitos outros. Toda comunidade pode praticar, porém é dada preferência aos seus estudantes e funcionários.

A prática de esporte, principalmente ao ar livre, é um traço tão forte da cultura francesa quanto a paixão pela arte e pela gastronomia. É uma das maneiras mais saudáveis e corriqueiras para socializar e fazer amigos.

Fonte: https://francesobjetivo.com.br/importancia-do-esporte-na-sociedade-francesa/