Cinema argentino em Curitiba

A CAIXA Cultural traz a Curitiba a mostra Histórias extraordinárias: cinema argentino contemporâneo. Entre os dias 17 e 24 de abril, serão apresentados 24 longas e curtas-metragens que revelam a vitalidade e a força criativa do cinema produzido na Argentina. Com curadoria de Natalia Christofoletti Barrenha, pesquisadora de cinema argentino, e Agustín Masaedo, programador do Buenos Aires Festival Internacional de Cinema Independente (BAFICI), a programação apresenta tanto obras premiadas em festivais argentinos e internacionais quanto produções com sólidas passagens pelo circuito comercial.

Apesar disso, e do crescente interesse do público brasileiro pelo cinema argentino, a maioria dos filmes selecionados tiveram escassa ou nula visibilidade no Brasil. Assim, o evento busca ampliar o olhar dos espectadores curitibanos sobre uma das cinematografias mais expressivas, diversas e reconhecidas internacionalmente. “A programação conta com uma porção de comédias, com filmes que abordam temas necessários e urgentes sem perder o humor, a capacidade de rir de si mesmo, de questionar com leveza. Em um momento em que tanto no Brasil como na Argentina temos uma situação política complicada, e nossas sociedades se encontram extremamente polarizadas, com uma triste dificuldade para entabular um diálogo, esse tipo de abordagem, a partir da leveza, é extremamente inspirador”, reflete a curadora Natalia Christofoletti Barrenha.

Entre os destaques selecionados, está o documentário As lindas (2016), da estreante Melisa Liebenthal, premiado na seção Bright Future do Festival de Rotterdam. O público também poderá assistir aos vencedores das duas últimas edições do Buenos Aires Festival Internacional de Cinema Independente (BAFICI): A longa noite de Francisco Sanctis (2016), dos também estreantes Andrea Testa e Francisco Márquez; e A vendedora de fósforos (2017), de Alejo Moguillansky, diretor e montador já consagrado, de trajetória prolífica e presença frequente nos principais festivais internacionais.

Neste mês de abril, em que o BAFICI – um dos mais importantes festivais da América Latina, vitrine fundamental para a produção do chamado nuevo cine argentino – chega à sua 20a edição, a mostra também marca o vigésimo aniversário de estreia e premiação do filme Pizza, cerveja, baseado (1997) no Festival Internacional de Cine de Mar del Plata, considerado o ponto de partida do nuevo cine. “O filme é de uma força surpreendente, de que algo nasceu mesmo, e o que veio antes eram lampejos de algo em gestação, e o que veio depois está influenciado por ele de alguma forma”, avalia Natalia.

Assim, parte da mostra celebra o momento fundador da pungente produção cinematográfica do país vizinho. Duas décadas depois, o público brasileiro poderá se reencontrar com a ópera prima de Israel Adrián Caetano e Bruno Stagnaro, mergulhar na genealogia do nuevo cine com os curtas-metragens seminais de Histórias breves I (1995) e descobrir, na selvagem loucura do documentário Bonanza (2001), de Ulises Rosell, que as rupturas desse “movimento” transcenderam o cinema de ficção.

A programação se completa com a exibição especial de um dos filmes mais aguardados dos últimos anos: o elogiado Zama (2017), de Lucrecia Martel, inspirado na novela homônima de Antonio Di Benedetto, além de um documentário que acompanha a diretora em seu processo de criação durante as filmagens: Anos-luz (2017), de Manuel Abramovich.

“Os dez filmes da mostra principal terminaram formando um sistema perfeitamente homogêneo, com sua própria lógica interna e relações complementares ou contrastantes: um modelo na escala do cinema argentino atual; sua liberdade, suas buscas e suas contradições. Descobrir essas conexões secretas, reconstruir a imagem completa a partir de seus fragmentos, é uma razão mais que suficiente para fazer um esforço e não perder nenhum desses filmes”, garante o curador Agustín Masaedo.

Fonte: http://www.paranaportal.uol.com.br

Espanglish Traduções

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução simultânea em espanhol e castelhano.

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

 

Conexão Espanha-Brasil

Espanhóis

Durante 60 anos, o Brasil foi governado por reis espanhóis: Felipe II 1580-1591 Felipe III 1598-1621 Felipe IV 1621-1640 Os capitães povoadores tinham grandes poderes no começo do século XVII. Não se limitavam ao comando de governos militares, suas atribuições eram tanto de ordem militar como civil. Administravam os povos da sua jurisdição de forma quase absoluta. Tanto Gabriel de Lara, no litoral, como o Capitão Martins Leme, em Curitiba, exerceram funções políticos-Administrativa e militar, cumulativamente. Ambos tiveram grande influencia e representaram papel saliente na criação das respectivas vilas de Paranaguá e de Curitiba. Lara não somente foi, durante 36 anos, o condutor do primeiro grupo de povoadores efetivos de Paranaguá, como foi também, o incentivador de núcleos expontâneos de povoamento de Curitiba.

Conheça o Centro Espanhol do Paraná: https://www.centroespanhol.com.br/

Espanglish Traduções

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução simultânea em espanhol.

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

Os Estilos De Música Mais Populares Da Espanha

Espanglish Traduções

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução simultânea em espanhol.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

A música é parte integrante da vida espanhola e é no centro de todo festival e celebração. Do flamenco famoso e extravagante ao sabor único do rock alternativo do país, as diversas regiões da Espanha produzem e desfrutam de diferentes sons. Há uma gama enorme para os amantes da música explorarem, mas para começar, aqui está o nosso guia para os tipos de música que são mais apreciados em Espanha.

Guitarra Clássica

Quando pensa em música espanhola, uma das primeiras imagens que podem aparecer na sua cabeça são de um guitarrista espanhol tocando na Andaluzia, onde a guitarra foi inventada. O violão clássico espanhol foi levado a novos patamares por nomes como Carlos Montoyo, Manuel de Falla, Joaquín Rodrigo e Narciso Yepes, e muitos acreditam que Andrés Segovia estabeleceu o violão clássico como um gênero por si só.

Pop

Macarena , alguém? A música pop é tão grande na Espanha quanto em qualquer outro lugar. Embora muito do que você vai ouvir em bares e clubes seja americano ou britânico, a Espanha também tem muitos talentos locais. Bandas espanholas são famosas por produzirem algumas das músicas pop mais bacanas do Los Del Rio e seu hit dos anos 90, ‘Macarena’ (que você ainda pode ouvir em clubes espanhóis) para David Bisbal, e mais recentemente, os gostos de O indie rock é enorme na Espanha, com lendas indie como Los Planetas creditados com a explosão de popularidade do gênero aqui. Mais recentemente, bandas locais fazendo ondas na Espanha e no mundo todo incluem o peculiar Pony Bravo e Fuel Fandango, que incorporam tudo do rock ao flamenco em seu som.

Fuel Fandango | Imagem cedida por http://www.fuelfandango.com

Bacalao

De volta ao dia (em meados dos anos 80, para ser exato) Valência era a capital espanhola do hedonismo, uma espécie de mechica dos clubes anos antes de alguém saber sobre Ibiza. E muitos dos clubes tocavam um tipo de música chamada

bacalao;

que significa ‘cod’ em espanhol, a palavra vem de gírias usadas por DJs valencianos para descrever boa música importada do exterior em meados dos anos 80 (nada da Nova Ordem às Irmãs da Misericórdia.) Hoje você ainda pode encontrar um ou dois clubes em Valência com uma história que remonta a esse tempo, e a cidade continua sendo um ótimo lugar para festejar. Jazz Jazz tem um grande número de seguidores na Espanha, com cada cidade ostentando um par de excelentes bares de jazz fazendo shows de artistas locais e internacionais. Festivais de jazz são realizados em toda a Espanha no verão, de Barcelona a San Sebastián.

Clássica

As cidades da Espanha abrigam incríveis casas de show clássicas de classe mundial. Grandes concertos em Madri acontecem no magnífico Auditório Nacional de Música, sede da orquestra nacional espanhola. Em Barcelona, pode apanhar grandes nomes em concerto no excêntrico art nouveau Palau de la Música, enquanto o próprio Palau de la Música de Valência também organiza um programa completo de eventos com artistas locais e nacionais. Em todas as três cidades (e outras em toda a Espanha), numerosos concertos ao ar livre também acontecem em parques e jardins no verão

Palau de la Musica, Valencia | Cortesia do Turismo de Valência

Jota

Os estilos musicais mais tradicionais ainda estão prosperando na Espanha hoje. Um deles é o jota, que mistura violão, castanholas, pandeiros e às vezes a flauta. O estilo, popular em toda a Espanha, é dito ter origem em Aragão, e agora você pode ver variações consideráveis de uma região para outra.

Zarzuela

Outra forma tradicional de música, zarzuela é uma espécie de ópera popular que começou como uma espécie de entretenimento judicial no Palacio de la Zarzuela, perto de Madrid. Essa forma de arte expressiva foi suprimida sob Franco em seus esforços para tornar a cultura espanhola uniforme em todas as regiões, mas depois de sua morte a forma se tornou incrivelmente popular, especialmente com a geração mais jovem, e hoje você pode ouvir na TV e rádio. >Cantos gregorianos

Fonte: https://pt.yourtripagent.com/1707-10-most-popular-styles-of-music-in-spain

10 curiosidades culturais sobre a Espanha

Espanglish Traduções

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução simultânea em espanhol.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

1. A Espanha é o segundo maior país da Europa Ocidental depois da França. Além do território situado entre a Andorra, França e Portugal, o território espanhol também inclui Gibraltar e Ilhas Canárias, além de duas cidades autônomas no Norte da África chamadas Melila e Ceuta.

2. A língua oficial no país é o espanhol, mas há outras línguas com o estatuto de co-oficiais. São elas: o catalão, o galego, o basco, o aranês e o valenciano.

3. Falado na região da Galícia, o galego é uma língua muito próxima do português.

4. Em 1580, Portugal e Espanha passaram a ser um só país. A União Ibérica durou até 1640, quando os portugueses conseguiram a sua independência. Isso quer dizer que durante um bom tempo, todos nós fomos espanhóis.

5. Nas cidades do interior, é comum no horário do almoço encontrar o comércio local fechado por um período médio de duas horas, é a siesta. Os nativos têm o hábito de dormir após a refeição. Eles vão para casa, dormem por pelo menos uma hora e então retornam as suas atividades.

6. Na Espanha os filmes são todos dublados, e ver os filmes com legendas é uma exceção. Os filmes são vistos dublados não só na tv, mas também no cinema e na tv a cabo.

7. O “Dia de Reis” (06 de janeiro, feriado nacional) é mais importante que o Natal para as crianças espanholas. Há desfiles pelas cidades com os Reis Magos vistos por milhares de crianças que esperam ansiosas seus presentes (ou carvão, caso tenham se comportado mal).

8. Na maioria das regiões espanholas é costume levar a aliança de casamento no dedo anular da mão direita.

9. No final de fevereiro a Espanha também tem o carnaval. Em Santa Cruz do Tenerife, a festa de carnaval segue os mesmos moldes do carnaval do Rio de Janeiro.

10. A tradição mais polêmica de toda a cultura espanhola é a Tourada (ou Corrida de Toros, como é conhecida na Espanha).

Fonte:https://www.soespanhol.com.br/conteudo/Curiosidades_espanha.php

Tradução Simultânea Espanhol Joinville

Assista esse vídeo que mostra algumas curiosidades (política, economia, pratos típicos e culturas) da Espanha:

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução Simultânea de Espanhol em Joinville.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

 

Espanhol para iniciantes (vídeo aula 01) El alfabeto Español – O Novo Alfabeto Espanhol

Assista esta videoaula para iniciantes de espanhol (mostrando o alfabeto).

(obrigado, Educação Ativa Idiomas).

Espanglish Traduções oferece os seus serviços da tradução em Espanhol. Tradução juramentada, técnica, legendas e tradução simultânea e consecutiva em Espanhol.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

Renascimento do Santa Cruz é destaque em jornal mais influente da Inglaterra

Da Série A para a Série D. E da Série D para a Série A. A história do renascimento do Santa Cruz virou destaque no jornal The Guardian, o mais influente da Inglaterra. Nesta terça-feira, no site, o veículo dá espaço para um texto originalmente publicado no The Blizzard, um jornal voltado a futebol e que é publicado quadrimestralmente.

Escrito por James Young, o título do texto é “O renascimento do Santa Cruz: uma história de amor e recomeço no Brasil”.

O autor do texto conta como ele se apaixonou pelo clube e virou um torcedor fanático, acompanhando a equipe por vários jogos a partir de 2007, quando o clube caiu da segunda para a terceira divisão.

“[Escolher] o Santa fez muito sentido, especialmente para alguém que passou a maior dos anos 1990 assistindo ao Manchester City na segunda e terceira divisões do futebol inglês. E a conexão com o City ficou ainda mais evidente quando no meu primeiro ano no Nordeste, o Santa, que tinha terminado a Série A na última posição no ano anterior, foi de flertar com o acesso à primeira divisão para ser rebaixado para a Série C pela primeira vez em sua história.”

“Mas eu já sabia que o Santa era esse tipo de clube – um Middlesbrough, um Sheffield Wednesday, um tipo de clube io-iô. Time mais novo do Recife, formado em 1914, mas também de certa forma o mais significativo historicamente, sendo estabelecido não pela elite influenciada pelos ingleses – como o Náutico em 1901 – ou pela classe burguesa comercial – como o Sport em 1905 -, mas por um punhado de meninos da cidade, um grupo de crianças que estavam chutando uma bola perto da Igreja de Santa Cruz, no centro”, diz parte do texto.

O relato prossegue com Young detalhando capítulos marcantes de sua relação com o clube – de viagens pelo Brasil para ver os jogos até sua relação com diretores de uma das organizadas do clube.

O texto completo pode ser lido no The Guardian (em inglês)

Fonte: http://espn.uol.com.br/noticia/591524_renascimento-do-santa-cruz-e-destaque-em-jornal-mais-influente-da-inglaterra

Espanglish Traduções oferece serviço de tradução em Inglês, coreano, Alemão e em mais de 20 idiomas. Consulte.

Serviço de tradução simultânea e consecutiva em Recife/PE. Tradução Juramentada em Recife. Tradução técnica (manuais, folhetos, etc) em Pernambuco .

http://www.espanglish.com.br

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

(41)3308-9498 / 99667-9498