Cultura polonesa em Curitiba

Cultura Polonesa

Os imigrantes poloneses chegaram ao Paraná por volta de 1871. Estabeleceram-se em várias regiões do Estado como: Ivaí, Araucária, São Mateus do Sul, Mallet, Cruz Machado, Contenda, Tomaz Coelho, Rio Claro, Reserva e Irati.

Em Curitiba, eram a maior colônia polonesa no Brasil. Fixaram-se em núcleos coloniais em áreas dos atuais bairros de: Pilarzinho, em 1871; Abranches, em 1873; Santa Cândida, em 1875; Lamenha, Santo Inácio, Órleãns, D.Pedro II, Dona Augusta, em 1876; Ferraria, antiga Rivière, em 1877; Murici, Zacarias, Inspetor Carvalho e Coronel Accioly, em 1878.

Os imigrantes poloneses dedicaram-se principalmente à agricultura. Difundiram o uso do arado e de outras técnicas agrícolas. Contribuíram para o desenvolvimento de Curitiba e do Paraná.

Muitas das tradições polonesas são apresentadas no Bosque João Paulo II, em Curitiba.

 

Portal Polonês na rua Mateus Leme, inaugurado em 1991. É uma homenagem aos 120 anos da chegada dos primeiros imigrantes poloneses ao Paraná (Foto Luiz Costa). 

Portal Polones

 

Bosque do PapaI em Curitiba Paraná

 

Festa
Espanglish Traduções
Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução simultânea em polonês.
(41)3308-9498 / (41)99667-9498
atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

A Cultura Da Polônia

Espanglish Traduções

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução simultânea em polonês.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

7. Crenças Sociais e Costumes

A sociedade na Polônia exibiu um alto grau de estratificação antes do 1939. A morte de uma grande parte da intelligentsia polonesa pelos nazistas e pelos comunistas durante e após a Segunda Guerra Mundial reduziu enormemente a rígida estratificação social no país. Durante o regime comunista, o avanço educacional e econômico do trabalhador e dos camponeses poloneses foi fomentado. Durante esse período, a migração em grande escala da população rural para as cidades polonesas foi observada. Atualmente, a sociedade polonesa tem agrupamentos 6. Os camponeses e trabalhadores constituem a maioria da população. Há também uma intelligentsia cuja população está aumentando constantemente, assim como a população de trabalhadores. A classe dominante ou nomenclatura que detinha o poder dominante durante o regime comunista na Polônia está se esforçando para recuperar o poder no país. Cerca de 10 a 15% da população polonesa é composta dos nobres ou dos gentry chamados szlachta. No entanto, seu significado quase foi eliminado na sociedade moderna polonesa.

O casamento desempenha um papel importante na sociedade polonesa. No passado, homens e mulheres que cruzavam sua “idade para casar” (vinte para mulheres e 20’s para homens) foram submetidos a zombaria. A maioria dos casamentos foi arranjada e os divórcios eram raros e desprezados. No entanto, ao longo dos anos, as visões tradicionais mudaram e os casamentos agora se baseiam mais no consentimento dos casais do que na família e os divórcios também se tornaram mais comuns do que antes. Tradicionalmente, as famílias polonesas eram grandes, com três gerações vivendo sob o mesmo teto. No entanto, as famílias nucleares são mais comuns hoje em dia, assim como as famílias com pais solteiros. Historicamente, espera-se que as mulheres grávidas observem uma série de tabus, como não olhar para o fogo, ratos e deficientes para evitar danos ao bebê. A gravidez é mantida em segredo pelo maior tempo possível para se proteger do mau-olhado. No entanto, muitas dessas crenças e práticas atualmente desapareceram da sociedade polonesa moderna, mas ainda prevalecem nos lares conservadores do país. As crianças são ensinadas a ser educadas e a sociedade polonesa enfatiza muito o comportamento educado. O pai tem autoridade absoluta e deve ser obedecido pelos filhos. Os poloneses dão grande importância às maneiras gentis e ao comportamento gracioso.

6. Cozinha

gołąbki (folhas de couve enroladas em carne picada e arroz)

À medida que as cidades da Polônia cresciam durante a Idade Média, os mercados de alimentos do país prosperaram e a troca de ideias culinárias também cresceu. A vodka tornou-se uma bebida alcoólica popular desde então. A Polônia é também um dos maiores produtores de cerveja da Europa e um consumidor de cerveja na Polônia bebe 92 litros de cerveja por ano. Outra bebida alcoólica popular é o hidromel polonês, que é um vinho de mel produzido no país desde a Idade Média. Entre as bebidas não alcoólicas, a Kompot é uma bebida indígena produzida pela fervura de um ou mais tipos de frutas, com ou sem adição de açúcar e especiarias. Pode ser servido quente ou frio. Alguns alimentos poloneses todos os dias incluem kiełbasa(um tipo de salsicha), pierogi (bolinhos cheios), pyzy (bolas de massa cheias de carne), kopytka (bolinho de batata), golabki(folhas de repolho enroladas em carne e arroz), bigos (carne cozida e repolho), etc. Vários tipos de sopas como rosół, flakie zupa ogórkowa também fazem parte da cozinha polaca. Wigilia é um popular jantar de véspera de Natal consumido na Polônia.

5. Roupas

A roupa tradicional do povo polaco varia muito com a sua localização no país. Embora a maioria das pessoas no país use trajes ocidentais modernos em suas vidas diárias, o traje tradicional é usado durante festivais culturais, casamentos, eventos religiosos, festas de colheita e outras ocasiões especiais. Na região de Cracóvia, na Pequena Polônia, as mulheres vestem trajes tradicionais elaborados que incluem uma blusa branca, um colete bordado, um avental e uma saia floral completa. Botas com cordões e um colar de contas de coral completam o visual. O capacete é composto por uma coroa de flores no caso de mulheres solteiras, enquanto os casados amarram um lenço branco. Os homens também se vestem bem e adornam um colete fortemente bordado, calças listradas e um krakuska boné. Outras regiões da Polônia têm seus próprios trajes folclóricos, com a maioria envolvendo uma exibição de cores vibrantes, bordados, ornamentos, aventais de renda, joias de contas e elaborados capacetes.

4. Musica e dança

A Polônia tem uma cena musical animada, com as raízes da música do país sendo rastreada desde o século 13. Mikołaj z Radomia foi o primeiro compositor polaco que viveu no século 15. Bóg się rodzi, Bogurodzica são algumas das mais antigas composições musicais originárias da Polónia. Witold Lutosławski e Henryk Górecki são dois dos mais famosos compositores modernos clássicos poloneses. Krzysztof Komeda foi um famoso músico de jazz do país que compôs várias trilhas sonoras de filmes. A Polônia também é conhecida por sua música eletrônica de dança, com Vader sendo a banda mais famosa realizando este gênero de música.

A dança folclórica polonesa tem uma longa e rica tradição e está associada a diversos eventos históricos ou religiosos do país. Nos tempos modernos, as danças folclóricas são geralmente realizadas por companhias de dança em ocasiões especiais como festivais culturais e religiosos ou quatro propósitos de turismo. As danças nacionais do país são Oberek, Mazurek, Krakowiak e Kjawiak. As danças evoluíram do estilo de dança dos camponeses para o estilo de baile, com a adição de sabores de balé após a anexação da Europa Oriental por Napoleão.

3. Literatura E Artes

A literatura polonesa se desenvolveu e evoluiu desde a chegada do cristianismo na Polônia. A literatura mais antiga produzida no país foi em latim. Wincenty Kadłubek, Gallus Anonymus e Jan Długosz foram alguns dos famosos autores poloneses da Idade Média. O período renascentista também testemunhou a produção de grandes obras literárias pelos autores e poetas poloneses. Jan Kochanowski era um renomado poeta polonês da época. Depois que o país perdeu sua soberania no século 19, a literatura romântica floresceu no país. Vários poetas e autores produziram obras que se concentraram no patriotismo e no renascimento do país. Durante esse período, três poetas, intitulados “Os Três Bardos” (Zygmunt Krasinski, Adam Mickiewicz e Juliusz Słowacki), atuaram como líderes espirituais da nação. A excelente literatura polaca foi produzida no século 20 e a experimentação de Avant-Garde desempenhou um papel importante durante este período. Em 1924, o romance Chłopi ganhou Władysław Reymont, um Prêmio Nobel de Literatura.

A arte polonesa tem sido uma mistura das tendências européias com a influência indígena. A história e os costumes do país são bem refletidos pela pintura historicista inspirada em Jan Matejko da escola de Cracóvia. Jozef Chełmoński era um famoso pintor polonês pertencente à escola realista. A arte polonesa moderna foi associada à experimentação pesada e nasceu com o movimento Młoda Polska. Atualmente, a arte polonesa é apreciada e reconhecida mundialmente.

2. Religiões e Festivais

O cristianismo é a religião dominante na Polônia, com cerca de 92.2% dos poloneses sendo católicos romanos. O catolicismo desempenha um papel significativo na vida das pessoas que vivem aqui e ao redor do 65% freqüentam os serviços da Igreja regularmente. Outras religiões praticadas no país incluem o islamismo, o judaísmo, o budismo e o hinduísmo.

Como o cristianismo é a religião da maioria na Polônia, os festivais cristãos são celebrados com grande pompa e glória no país. Concertos são realizados e canções são cantadas em todo o país no dia de Ano Novo. O Afogamento de Marzanna é um festival realizado para despedir-se do inverno e acolher a primavera. Uma efígie de Marzanna é afogada no rio para significar o fim dos males da estação do inverno. A Páscoa também é comemorada com muita diversão no país. Durante o Natal na Polônia, os poloneses realizam grandes festas de Natal em suas casas e compartilham a comida com os membros da família. O dia de St. Stephan é comemorado no dia seguinte. A versão polonesa do Papai Noel, Mikolaj visita crianças na véspera de Natal ou em dezembro 6th para regalo de presentes. O Dia de Santo André é um feriado tradicional do país e é comemorado em novembro 29. Vários outros festivais e feriados também são celebrados na Polônia.

1. Esportes

Speedway é extremamente popular na Polônia e a Extraleague polonesa atrai o maior número de espectadores entre todos os esportes praticados no país. O polonês também adora jogar vôlei e o país tem um histórico de participação em diversas competições internacionais deste jogo. A Formula One Racing foi introduzida pela primeira vez na Polônia pelo piloto Robert Kubica. Caminhadas, esqui, salto de esqui e mountain bike são atividades populares apreciadas por esportistas amadores e profissionais que visitam as montanhas da Polônia. As praias e as águas costeiras do país oferecem esportes aquáticos e atividades de praia como canoagem, caiaque, pesca esportiva, etc. Uma variedade de outros esportes como basquete, hóquei, natação, levantamento de peso, boxe, etc., são jogados no país.

Fonte: https://pt.ripleybelieves.com/culture-of-poland-2188

Imigração Polonesa no Brasil

Espanglish Traduções

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução simultânea em polonês.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

O início da imigração polonesa no Brasil é datada do século XVII, quando a Companhia das Índias Ocidentais foi fundada pelos holandeses objetivando manter uma colônia no litoral do país. Os poloneses entraram no território português em auxílio aos holandeses para lutarem contra portugueses e espanhóis.

Entretanto o maior fluxo ocorreu no século XIX, momento no qual o Estado brasileiro estimulava a vinda de cidadãos europeus no país, com a intenção de substituir a mão de obra escrava – gradativamente abolida ao longo desse período – e o ideal de embranquecimento da população. Soma-se a isso os projetos do Estado Brasileiro a partir de 1870 que visavam densificar a ocupação em algumas áreas de fronteira, destacadamente a porção meridional do país – próxima a bacia do Prata – estimulando a vinda de europeus para ocuparem a região, consolidando assim o território nacional.

Os poloneses que imigravam para o Brasil, em um âmbito geral, buscavam melhores condições de vida no novo continente, visto que o seu território de origem experimentava um processo de perda de independência e, dessa forma, espalhava-se entre as pessoas um sentimento de risco à segurança individual e coletiva, algo que se consolidou com a ocupação realizada pelas potencias europeias no período. Além disso, deve-se frisar que a crise econômica instalada no meio rural polonês – em um contexto de atividade industrial muito pueril que não conseguiria absorver o campesinato – serviu como mola propulsora para intensificar a onda migratória, na busca por terras em território brasileiro.

Fonte:https://www.google.com/amp/s/www.infoescola.com/historia/imigracao-polonesa-no-brasil/amp/

Tradução Polonês

 A língua polonesa é uma língua eslava ocidental, falada por aproximadamente 62 milhões de pessoas. É também falada na Lituânia (350.000 de pessoas), Bielorrússia (1 milhão), Ucrânia, Brasil (nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo), assim como no Reino Unido,  França, Estados Unidos e em outros países. O polonês é a língua eslava mais falada depois do russo.

Somos uma empresa de serviços de interpretação, de tradução simultânea, de traduções técnicas, jurídicas e comerciais de Português -Polonês e Polonês – Português, além de outros pares de idiomas.

Tradução de documentos para Polonês

Oferecemos traduções de todo tipo de documentos em Polonês. Os nossos serviços de tradução dirigem-se às empresas que necessitam um serviço rápido e eficiente, assegurando os mais elevados padrões de qualidade e um preço mais do que competitivo.

Tradutores de Polonês – Português

Os tradutores de Polonês da Espanglish Traduções são tradutores com competências variadas e comprometidos com os detalhes e a qualidade. Nossos tradutores nativos de Polonês sentem amor pelo seu trabalho e pensam nos benefícios dos clientes acima de tudo.

Tradução Simultânea em Polonês / Tradução Consecutiva em Polonês

Os intérpretes nativos de língua Polonesa garantirão o sucesso do seu evento. A ESPANGLISH oferece serviços de interpretação Simultânea e Consecutiva em Polonês em qualquer lugar do Brasil, em congressos, seminários e visitas técnicas.

Traduções Escritas Polonês – Português

Serviços de tradução de documentos técnicos, legais e financeiros em Polonês, manuais, textos jurídicos, contratos, relatórios e documentos científicos.

Tradução Juramentada de Polonês

Tradução oficial, realizada por um tradutor público, exigida em todo o Brasil para documentos oficiais em repartições públicas.

Tradução de websites em Polonês

Serviços individualizados na tradução de websites em Polonês; um website em Polonês que otimiza os negócios da sua empresa, a aumenta a venda dos seus produtos ou serviços.

Legendagem e Dublagem em Polonês

  • Legendagem e Dublagem em vários idiomas. Este serviço consiste na tradução por sobreposição de legendas e áudio, respectivamente.

Revisão de Textos em Polonês

A ESPANGLISH Traduções proporciona também um serviço de revisão de documentos na língua Polonesa. Trabalhamos com profissionais capacitados na língua Polonesa para que possam otimizar os investimentos da sua empresa e conseguir reduzir o tempo de entrega e publicação.

Tradução Polonês

 A língua polonesa é uma língua eslava ocidental, falada por aproximadamente 62 milhões de pessoas. É também falada na Lituânia (350.000 de pessoas), Bielorrússia (1 milhão), Ucrânia, Brasil (nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo), assim como no Reino Unido,  França, Estados Unidos e em outros países. O polonês é a língua eslava mais falada depois do russo.

Somos uma empresa de serviços de interpretação, de tradução simultânea, de traduções técnicas, jurídicas e comerciais de Português -Polonês e Polonês – Português, além de outros pares de idiomas.

Tradução de documentos para Polonês

Oferecemos traduções de todo tipo de documentos em Polonês. Os nossos serviços de tradução dirigem-se às empresas que necessitam um serviço rápido e eficiente, assegurando os mais elevados padrões de qualidade e um preço mais do que competitivo.

Tradutores de Polonês – Português

Os tradutores de Polonês da Espanglish Traduções são tradutores com competências variadas e comprometidos com os detalhes e a qualidade. Nossos tradutores nativos de Polonês sentem amor pelo seu trabalho e pensam nos benefícios dos clientes acima de tudo.

Tradução Simultânea em Polonês / Tradução Consecutiva em Polonês

Os intérpretes nativos de língua Polonesa garantirão o sucesso do seu evento. A ESPANGLISH oferece serviços de interpretação Simultânea e Consecutiva em Polonês em qualquer lugar do Brasil, em congressos, seminários e visitas técnicas.

Traduções Escritas Polonês – Português

Serviços de tradução de documentos técnicos, legais e financeiros em Polonês, manuais, textos jurídicos, contratos, relatórios e documentos científicos.

Tradução Juramentada de Polonês

Tradução oficial, realizada por um tradutor público, exigida em todo o Brasil para documentos oficiais em repartições públicas.

Tradução de websites em Polonês

Serviços individualizados na tradução de websites em Polonês; um website em Polonês que otimiza os negócios da sua empresa, a aumenta a venda dos seus produtos ou serviços.

Legendagem e Dublagem em Polonês

  • Legendagem e Dublagem em vários idiomas. Este serviço consiste na tradução por sobreposição de legendas e áudio, respectivamente.

Revisão de Textos em Polonês

A ESPANGLISH Traduções proporciona também um serviço de revisão de documentos na língua Polonesa. Trabalhamos com profissionais capacitados na língua Polonesa para que possam otimizar os investimentos da sua empresa e conseguir reduzir o tempo de entrega e publicação.

JMJ 2016: voluntários brasileiros são a maioria na Polônia

Espanglish oferece Serviços de tradução de documentos técnicos, legais e financeiros em Polonês, manuais, textos jurídicos, contratos, relatórios e documentos científicos.Tradução de documentos para Polonês, Tradutores de Polonês – Português, Tradução Simultânea em Polonês / Tradução Consecutiva em Polonês, Traduções Escritas Polonês – Português.

http://www.espanglishtraducoes.com.br/conteudo/traducao-polones.html

Quanto mais se aproxima a Jornada Mundial da Juventude do ano que vem, em Cracóvia, na Polônia, maior é a demanda de trabalho para os envolvidos em realizar o maior evento católico jovem do mundo.

Mais de 400 mil pessoas já se inscreveram para a JMJ e também já estão abertas as inscrições para os voluntários de curto-prazo que vão trabalhar em julho, durante as duas últimas semanas da JMJ.

Jovens Voluntários para a JMJ Cracóvia 2016

No Comitê Organizador local trabalham, atualmente, nove voluntários brasileiros, a maioria dentre todos os outros jovens que vieram de diferentes partes do mundo. Dentre os brasileiros, a Rádio Vaticano conversou com Patrícia Paiva, que é voluntária no setor de comunicação.

“A gente faz uma brincadeira de que temos uma comunidade brasileira no Comitê aqui em Cracóvia, porque somos a maioria, estamos em nove. A gente recebe voluntários de outros países, mas somos a maioria. E tem sido uma experiência muito boa pra todos nós”, partilha.

::Saiba como se tornar um voluntário na JMJ Cracóvia 2016

Patrícia conta que desde maio deste ano, quando chegou à Polônia, trabalha com tradução de textos para o site em português, de documentos do Comitê, além de colaborar com as redes sociais e produção de vídeos.

Ela, de maneira especial, explica que cuida da página de testemunhos no site oficial da JMJ 2016 na versão em português: “Temos uma seção especial em nossa página para os testemunhos –a sessão Fique ligado!. Como é uma página recente, ainda temos poucos testemunhos. Então, quem quiser compartilhar suas experiências com a Jornada, pode mandar texto e foto postarmos no site”. 

App guiará peregrinos durante JMJ 2016

“Nós estamos trabalhando no projeto de ter tradução simultânea durante a JMJ para o português. Nessa semana, estamos planejando até a tradução dos termos que estarão no aplicativo de celular para os peregrinos ficarem por dentro do que está acontecendo na cidade e até de questões básicas de como se comunicar em polonês, mapa da cidade… É uma forma de que eles se sintam acolhidos totalmente, ninguém se sinta perdido ou desinformado, estamos trabalhando arduamente para isso”, finaliza.

Fonte: http://www.a12.com/

 

O Grego que fala 32 línguas

Ioannis Ikonomou é tradutor da Comissão Europeia, estudou em Harvard e morou numa favela.
Começou a estudar inglês com apenas cinco anos de idade e, desde aquela época, tem dedicado sua vida às línguas. Apaixonou-se pela cultura russa e pelo idioma de Dostoievski e de Pushkin quando estudava no secundário. Um encontro não planejado com uma professora alemã durante suas aulas particulares durante umas férias em Creta, permitiu-lhe acrescentar o alemão ao currículo. O russo, o árabe e o turco, aprendeu antes de entrar na universidade, no início dos oitenta. Hoje, aos 46 anos, fala 32 línguas e conhece vários idiomas antigos: latim, sânscrito, persa, gótico, páli, eslavo eclesiástico, hitita, osco e umbro.
As primeiras palavras em português aprendeu na Universidade de Harvard,que frequentou durante os anos de 1988 e 1992. Um curso intensivo no Instituto de Línguas do Rio de Janeiro iniciou-o no léxico da língua, mas algumas semanas entre os favelados revelaram-lhe o português do Brasil.
Ele opina que «não há línguas fáceis ou difíceis», apenas diferentes das que já conhece.
Aos 21 anos, viajou a Beijing e cometeu outra loucura linguística: estudou basco (e mandarim, ao mesmo tempo) com um professor do País Basco e uma companheira de curso iugoslava. «O basco faz hoje parte das línguas que, infelizmente, esqueci», lamenta. Estabelecer rotinas diárias é o segredo para manter e aperfeiçoar o domínio das línguas. «Tento ficar sempre em contato com os idiomas que estudei, para não os esquecer.»
 À pergunta «qual será a próxima língua?», Ioannis respondeu «amárico», apenas por ser fã da cozinha etíope. «Um colega leu a entrevista e ligou-me a avisar que um restaurante de Bruxelas ia dar um curso de amárico durante três dias. Estudei o idioma dia e noite e, quando cheguei ao curso, a professora colocou-me na classe mais avançada», explica. E a próxima língua, qual será? «A tigrínia», língua oficial da Eritreia.
Na Espanglish você conta com os nossos serviços de tradução simultânea em inglês, francês, espanhol, italiano, alemão, grego, árabe, turco, holandês, mandarim, japonês, coreano, russo e muitas outras línguas.
Também temos equipamento de tradução simultânea para conferências fornecendo a montagem e o serviço de recepcionistas para aprimorar o atendimento do seu evento.
atendimento@espanholinglescuritiba.com.br
(41)3308-9498 / (41)9667-9498