Empresa de Tradução em Fortaleza

Fortaleza é a capital do Ceará, na região Nordeste do país.

É um centro industrial e comercial enorme do Brasil, com o oitavo maior poder de compra nacional.

A cidade atingiu na área do Turismo o lugar do segundo destino mais procurado do Brasil e o quarto município brasileiro que mais acolhe turistas segundo o Ministério do Turismo.

É a capital brasileira mais próxima do continente europeu, a 5 608 km de Portugal.

Entre em contato com a gente!

Se você está em busca de uma empresa de tradução em Fortaleza e possui dúvidas sobre os serviços ou quer saber detalhes sobre preços e forma de realização do tipo de serviço que você precisa?

Preencha o formulário abaixo que um de nossos especialistas entrará em contato com você. Além do mais, as opções abaixo também podem lhe ajudar a nos contatar.

Não fique mais desesperado para encontrar empresa de tradução em Fortaleza, fale com a Espanglish.

Telefone: (85) 2180-6738

Email: contato@espanglish.com.br

Horário de Atendimento:das 8 ás 18h

 Endereço: Etevaldo Nogueira Building, Avenida Dom Luis, 807, 20o e 21º andares – Meireles, Fortaleza, CEP: 60160-230

Empresa de tradução em Fortaleza

Empresa de Tradução em Fortaleza

Fortaleza é a capital do Ceará, na região Nordeste do país. É um centro industrial e comercial enorme do Brasil, com o oitavo maior poder de compra nacional.

A cidade atingiu na área do Turismo o lugar do segundo destino mais procurado do Brasil e o quarto município brasileiro que mais acolhe turistas segundo o Ministério do Turismo.

É a capital brasileira mais próxima do continente europeu, a 5 608 km de Portugal.

Espanglish Traduções & Interpretação Simultânea
Etevaldo Nogueira Building
Avenida Dom Luis, 807
20o e 21º andares – Meireles, Fortaleza
CEP: 60160-230
Telefone: (85) 2180-6738
Whatsapp: (41)99667-9498
E-mail: contato@espanglish.com.br

Ônibus de turismo começa a circular na Capital no dia 14 de novembro

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução Juramentada em Fortaleza nas línguas espanhola, inglesa, francesa, alemã, italiana, russa, holandesa, portuguesa (PT), japonesa, coreana, entre outras.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

Dois ônibus farão a rota turística de Fortaleza a partir do dia 14 de novembro. O sistema de transporte no estilo hop on hop off (que permite que o passageiro suba e desça em qualquer ponto) é uma parceria entre a Prefeitura e a empresa baiana Filuca Turismo e Transporte. A passagem, que dará direito a pegar o ônibus em qualquer horário durante um dia, terá custo de R$ 65. O trajeto deve durar 1h15min por circuito.
Segundo Régis Medeiros, secretário municipal do Turismo, o objetivo do Fortaleza Bus é “conectar” a Cidade. “A partir desse ônibus, poderemos unir vários espaços e roteiros turísticos da Capital”, diz. O titular ainda explica que o esperado é que a iniciativa também impulsione o surgimento de novos espaços para turistas.
O percurso do veículo terá 30 quilômetros e passará por praias, shoppings e praças da Cidade com 18 pontos de parada programados. Será entregue aos passageiros um guia de locais que podem ser visitados a pé. O projeto Fortaleza a pé deve mapear museus, praças e igrejas. De acordo com Régis, a rota deve partir da Praça do Ferreira.
Os ônibus disponibilizados para a atividade têm dois andares, sendo o de cima conversível. A capacidade é de 67 pessoas. Além disso, os veículos terão sistema bilíngue, podendo aumentar o número de línguas estrangeiras dependendo da demanda. Um terceiro ônibus deve ser enviado pela empresa responsável, mas ficará como reserva caso haja problemas com os circulantes.
fonte: https://www.opovo.com.br/noticias/fortaleza/2018/10/onibus-de-turismo-comeca-a-circular-em-fortaleza-a-partir-do-dia-14-de.html

Recurso exclusivo dos Pixel Buds, tradução simultânea é liberada para fones de ouvido concorrentes

 

Lançados há pouco mais de um ano, os Pixel Buds – o primeiro par de fones de ouvido sem fio da Google, chegaram ao mercado trazendo novidades surpreendentes: além de ter suporte ao Google Assistente, os novos fones traziam um módulo de tradução simultânea do Google Tradutor, permitindo, pelo menos no papel, que o usuário pudesse ter uma conversa mais fluída com alguém que não falasse a sua língua.

Após a chegada da novidade ao mercado, outras marcas como LG, Bose, Sony e JBL também fizeram as suas aparições e lançaram fones com Google Assistente, mas sem a presença do módulo de tradução, deixando a função exclusiva ao produto do Google.

No entanto, segundo novas informações encontradas na página dos fones, no próprio site do Google, a gigante de buscas pode estar prestes a abrir mão da exclusividade. Com suporte a mais de 40 línguas, ao que parece o recurso poderá ser visto em breve em fones de outras marcas.

Antes descrita como “O Google Tradutor no Google Pixel Buds só está disponível em telefones Pixel”, a seção de compatibilidade recebeu algumas mudanças e agora tem a seguinte descrição: “O Google Tradutor está disponível em todos os fones de ouvido otimizados para o Assistente e telefones Android”.

Ou seja, apesar da compatibilidade do recurso continuar restrita a aparelhos com Android superior ao Marshmallow 6.0, ela já está, ou ficará em breve, disponível para todos os dispositivos que possuem suporte ao Google Assistente. Com isso, se você tem algum fone com esse suporte, pode agendar a sua próxima viagem para o exterior e testar o novo recurso.

fonte: https://www.tudocelular.com/software/noticias/n131838/pixel-buds-traducao-simultanea-fones-de-ouvido.html

Clube Turismo inaugura nova unidade em Fortaleza (CE)

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução Científica de Letras em Fortaleza/CE nas línguas espanhola, inglesa, francesa, alemã, italiana, russa, holandesa, portuguesa (PT), japonesa, coreana, entre outras.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

A Clube Turismo inaugurou, na última sexta-feira (28), mais uma loja em Fortaleza, no Ceará. Este é o segundo estabelecimento da empresa na capital.

A equipe acredita que há uma oportunidade de fortalecer a marca na região, oferecendo uma diversidade de produtos e serviços turísticos.

A diretora da nova unidade, Amanda Vieira, defende que a empresa pretende explorar ao máximo o alcance da marca através de um intenso trabalho nas mídias sociais, visitas e participações em eventos.

“Quero que a loja se torne referência, a primeira escolha do cliente quando o mesmo pensar em viajar”, finaliza.

fonte: https://www.panrotas.com.br/mercado/agencias-de-viagens/2018/10/clube-turismo-inaugura-nova-unidade-em-fortaleza-ce_159303.html

Fortaleza ocupa o 3° lugar na lista dos destinos mais procurados para o feriado de 7 de setembro

Espanglish Traduções oferece os seus serviços de Tradução Juramentada de Antecedentes Criminais em Fortaleza nas línguas espanhola, inglesa, francesa, alemã, italiana, russa, holandesa, portuguesa (PT), japonesa, coreana, entre outras.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

O levantamento foi realizado pelo Kayak, considerada a maior plataforma de planejamento de viagens do mundo

A Capital cearense ultrapassou Salvador, saindo da quarta para a terceira posição no ranking que elegeu os dez destinos mais procurados para passar o feriado de 7 de setembro. O levantamento foi realizado pelo Kayak (considerada a maior plataforma de planejamento de viagens do mundo), que comparou os anos de 2017 e 2018.
De acordo com o Líder de Operações do Kayak no Brasil, Eduardo Fleury, os investimentos que foram realizados na área do turismo local atraem turistas de todo País e do exterior. “Fortaleza tem feito investimentos importantes no turismo e o Aeroporto Pinto Martins tem sido uma peça chave para a descentralização da malha aérea no Brasil, passando a realizar voos diretos para a Europa”, conta.
Fortaleza é conhecida principalmente pelo clima predominantemente tropical, pela hospitalidade e pelo bom humor. A cidade oferece ainda boas opções na área da gastronomia. A infraestrutura local vem sendo adaptada para receber turistas de todas as partes do país e do exterior. Além disso, a economia torna-se aquecida pela valorização do artesanato local, destacando-se a renda, conhecida hoje internacionalmente. Sem falar que a Capital oferece de ponta a ponta belas paisagens.
O levantamento realizado pelo Kayak aponta São Paulo no primeiro lugar do ranking, seguido pelo Rio de Janeiro, em segundo. A cidade de Maceió subiu duas posições: em 2017 ocupava o décimo lugar e em 2018 chegou ao oitavo, desbancando Porto Alegre, que antes ocupava o sexto lugar do ranking. A pesquisa revelou que Foz do Iguaçu saiu do top 10: em 2017 ocupava o nono lugar.
Sete de setembro é o dia em que se comemora a Independência do Brasil e, para a alegria dos brasileiros, o feriado nacional será em uma  sexta-feira, dando de presente um final de semana para aproveitar em família ou com os amigos. O Kayak revelou o ranking com os dez principais destinos e locais com passagens aéreas mais baratas.
Top 10 dos destinos locais mais procurados 
Fonte: https://www.opovo.com.br/noticias/economia/2018/08/fortaleza-ocupa-o-3-lugar-na-lista-dos-destinos-mais-procurados-para.html

Aeródromo privado com padrão europeu será construído na Grande Fortaleza

 

Espanglish Traduções oferece os seus serviços de tradução na língua inglesa, espanhola, francesa, alemã, italiana, russa, holandesa, portuguesa (PT), japonesa, coreana, entre outras.

Tradução em Fortaleza. Tradução Simultânea em Fortaleza.
Tradução Técnica em Fortaleza. Legendas de vídeos em Fortaleza. Tradução Juramentada em Fortaleza. Tradução Consecutiva em Fortaleza. Tradução Escrita em Fortaleza.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

De acordo com a Paroma Incorporações, serão 12 empreendimentos em todo o País com clubes e haras para as aeronaves

Fortaleza vai ganhar um aeródromo privado destinado para aeronaves pequenos e médias no município de Aquirazna Região Metropolitana de Fortaleza.

De acordo com o vice-presidente da empresa Paroma Incorporações, Jhonatan Magalhães, o empreendimento contará com clubes e lotes urbanizados para a construção de hangares para guardar as aeronaves.

“Terá toda a infraestrutura para quem tem aeronaves leves. Esse modelo é muito forte na Europa e nos Estados Unidos. No Brasil, serão 12 empreendimentos e um está em Fortaleza”, comentou Jhonatan.

Até o momento, não há mais detalhes sobre o aeródromo, mas a previsão para a entrega é que ocorra em 2019.

Fonte: http://tribunadoceara.uol.com.br/noticias/ceara/aerodromo-privado-com-padrao-europeu-sera-construido-na-grande-fortaleza/

EMPRESA COREANA ASSINA CONTRATO COM O GOVERNO DO CEARÁ

Na última sexta-feira, 9, o Governo do Ceará firmou Memorando de Entendimento (MOU) com a empresa coreana Korea Gas Corporation (Kogas) para a instalação de uma unidade fixa de regaseificação no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP). A assinatura se deu em Seul, capital da Coréia do Sul.

O Memorando foi assinado pelo Governo do Estado; pelo presidente da Korea Gas Corporation, Seung Hoon Lee; e pelo vice-presidente da Kogas, Su-Seog Koh. Com a assinatura, a Kogas decide participar junto com a Cegás e com o Grupo Posco E&C e Daewoo do projeto da unidade de regaseificação no CIPP. A iniciativa, avaliada em U$ 600 milhões, terá capacidade total de 12 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia, e possivelmente será desenvolvida em duas fases de 6 milhões de metros cúbicos cada.

Antonio Balhmann, assessor Especial para Assuntos Internacionais do Governo do Ceará, que esteve em Seul como representante do Governo do Estado, afirma que a unidade será a base para avançar com o gás até o Cariri cearense no futuro, tendo a Transnordestina em Brejo Santo como a base da distribuição do gás para aquela região.

A infraestrutura servirá para abastecer as empresas que se instalarem na Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE-CE).

Fonte: http://www.anuariodoceara.com.br/noticias/empresa-coreana-assina-contrato-com-o-governo-do-ceara/

Espanglish Traduções oferece serviço de tradução em coreano e em mais de 20 idiomas. Consulte.

Serviço de tradução simultânea e consecutiva em Fortaleza, Ceará. Tradução Juramentada em Fortaleza. Tradução técnica (manuais, folhetos, etc) em Fortaleza e todo o Nordeste.

http://www.espanglish.com.br

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

(41)3308-9498 / 99667-9498

 

Antenados – Série Profissões: Tradutor e Intérprete

 

www.espanglish.com.br-atendimento@espanholinglescuritiba.com.br-(41)3308-9498

Grandes eventos internacionais como, Copa do Mundo e Olimpíadas, vão atrair mais turistas para o país. Com isso, a profissão de Tradutor e Intérprete, vai ficar em evidência e as possibilidades de trabalho crescerão. Esse é o tema da Série Profissões neste programa. Para falar sobre essa profissão, o Antenados recebe o tradutor Juliano dos Anjos e os alunos Heitor Rubio, Matheus Nascimento, Rafael Barbosa, Caroline Paula, Leandro Caproni e Thais Timóteo. Apresentação de Angélica Monteiro.

Os intérpretes que viabilizam o trabalho na ONU

www.espanglish.com.br-atendimento@espanholinglescuritiba.com.br-(41)3308-9498

O trabalho nas Nações Unidas seria um cipoal inexpugnável sem o pequeno exército dos intérpretes. Tradutores, como Rebecca Edgington, conduzem reuniões onde 193 nações estão representadas. Eles criam um território neutro da comunicação entre os Estados hostis.

Já pela manhã, Rebecca Edgington, intérprete oficial da ONU desde 2004, entra na cabine de locução mergulhada na penumbra. Lá do alto, ela domina uma grande sala de conferência no Palácio das Nações Unidas da ONU, em Genebra. Rebecca Edgington fala com a voz alta e tão rapidamente que nem parece respirar entre uma palavra e outra.

“… expressam preocupações pela ocorrência do aumento de casos de incitação ao ódio e de outras manifestações de intolerância…”

Ela não está lendo, simplesmente. O texto impresso em russo diante de si está sendo apresentado, ao mesmo tempo, pelo delegado da Bielorrússia. Rebecca Edgington o interpreta em inglês, adaptando-o ao discurso que, ao final, acaba sendo pronunciado sem algumas partes da declaração original.

Estas traduções simultâneas são a missão principal dos intérpretes da ONU. Em reuniões como esta em curso, sobre o relatório dos direitos humanos na Noruega, os discursos são apresentados muito rapidamente. Cada delegado quer dizer o máximo dentro do tempo concedido.

Na melhor das hipóteses, a pronúncia do intérprete soa como se “o orador ou a oradora tivessem o inglês como língua-mãe”, afirma Edgington. Porém, às vezes, “deve-se, simplesmente, transmitir o significado o mais rápido possível.”

Rebecca Edgington faz parte de um grupo de 101 intérpretes com base em Genebra, dos quais 10 trabalham em inglês. A equipe pode contar, ainda, com cerca de cinquenta colaboradores externos.

Trabalho em campo

Rebecca Edgington foi uma das intérpretes durante as recentes negociações sobre a crise na Síria, em Genebra e Montreux. As discussões contaram com as participações do ministro do Exterior, Serghei Lavrov, da Rússia, e do secretário de Estado norte-americano, John Kerry.

Ela também esteve presente em missões arriscadas. Em 2000, como “freelancer” para o Conselho da Europa, Rebecca Edgington viajou pela Chechênia. Ela decolou num helicóptero, depois de proteger o corpo com um colete fluorescente e a cabeça com um capacete. Na ocasião, a intérprete estava junto com um pequeno grupo de diplomatas. Os rebeldes atacaram o voo, mas erraram o alvo.

“Era uma situação muito tensa”, afirma. Quem participa de missões em zonas de guerra é voluntário. Rebecca Edgington, 43 anos, nunca disse não. Hoje, mãe de duas pequenas meninas, pensaria duas vezes e mais “atentamente” antes de aceitar um convite semelhante. Ainda que saiba que seria difícil recusá-lo.

As reuniões da ONU – nos quartéis generais de Genebra e Nova York, ou em uma ou outra cidade do planeta em missão especial – acontecem em um dos seis idiomas oficiais: inglês, francês, russo, espanhol, chinês e árabe.

Alexandre Voitenkov, chefe de Rebecca Edgington e do serviço de tradução de Genebra, explica que os intérpretes da ONU são de países diferentes, mas que as suas nacionalidades não contam muito. “O que é fundamental é a competência e a adesão aos ideais das Nações Unidas.”

Vigiados especiais

Rebecca Edgington, nascida na Inglaterra, traduz do russo para o inglês, além do alemão e do francês. Os intérpretes da ONU devem dominar outros dois idiomas além da língua-mãe.

Traduzir o russo é, especialmente, estimulante – afirma a mulher. Se, aos membros de uma delegação russa, uma palavra ou uma frase escolhida não são bem vistas, ou melhor, bem usadas, eles avisam ao intérprete, mesmo durante a tradução.

Rebecca Edgington cresceu no condado de Cambridgeshire e começou a estudar francês aos 11 anos, alemão aos 12 e russo aos 17. “Eu vivi a perestroika e vendo o Gorbachov na televisão…eu queria entender o que ele dizia”.

Emoções sim, opiniões não

A sua carreira começou em Estrasburgo, na França, onde trabalhou durante nove anos como “freelancer” para diversas organizações europeias, entre elas o Conselho da Europa.

Foi ali que viveu um dos momentos mais emocionantes de sua vida como intérprete. Uma jornalista da Argélia, que tinha publicado artigos muito críticos contra o governo, estava testemunhando.

“Tinha 27 anos, como eu. Ela estava contando sobre quando tinha sido violentada. E relatou que ao voltar para casa, ferida e sangrando, a família a rejeitou”, recorda Rebecca Edgington.

“Eu estava traduzindo junto com um colega, homem. A um certo ponto, ele empurrou a cadeira para trás e eu continuei a traduzir. Quanto terminou, olhei a mesa. Estava toda molhada. Eu apaguei o microfone e lhe perguntei ‘’o que aconteceu?'”

O seu colega lhe explicou que, assim como a jornalista que estava testemunhando, ela tinha chorado durante todo o relato. A jovem intérprete preocupou-se pelo comportamento, a seu ver, pouco profissional. Mas o colega lhe deu força: “Você se transformou nela”, disse ele.

Os intérpretes devem evitar que as suas opiniões pessoais influenciem o trabalho, com exceção apenas para transmitir a emoção do orador.

Neutralidade

“Se temos que traduzir alguém de quem discordamos, devemos fazê-lo da forma mais fiel possível, para manter a neutralidade”, explica Rebecca Edgington.  Mesmo que, “às vezes, fosse autorizado dizer, com um sinal, ‘não sou eu, estas palavras não são minhas!'”.

Rebecca Edgington se ocupa também de formação, sendo a responsável da “cabine inglesa” na ONU, em Genebra. Estudantes selecionados, tendo no bolso um Master em interpretação, visitam a sede por alguns dias ou semanas. Eles praticam a teoria numa “cabine de testes” e, assim, ganham experiência e jogo de cintura com o vocabulário, as expressões coloquiais e a dicção das Nações Unidas.

Neil Cumming, 24 anos, é o mais jovem da equipe da ONU, em Genebra. Originário da Grã-Bretanha, ele traduz do francês e do russo para o inglês. Um dos principais desafios do seu trabalho é o de ser objetivo, absolutamente. “Cada um tem a sua opinião, mas estamos aqui para fazer o nosso trabalho”, diz. “E um dos pontos fundamentais de um lugar como a ONU é que cada um pode dizer o que pensa”.

Resistir ao estresse

Quais são as outras qualidades de um bom intérprete? Para Rebecca Edgington é importante ter autoconfiança e ser um “perfeccionista pragmático”.

Alexandre Voitenkov, por sua vez, revela a importância de aguentar o estresse. “Sobretudo durante as conferências de campo que, muitas vezes, podem durar horas a fio durante o dia, por duas semanas”. Os intérpretes devem, ainda, se interessar pelos negócios no mundo, observa o russo. Ele começou a  carreira em Moscou. E chegou na ONU em 1979.

Rebecca Edgington explica que ela e seus colegas leem os jornais internacionais, regularmente, e realizam pesquisas sobre os temas abordados durante as reuniões. “Todo o trabalho feito fora da cabine” é muito importante, observa.

E fora da cabine é preciso abandonar o próprio ego, pois ser um intérprete significa “ser invisível”, acrescenta. “A ideia é a de não fazer parte da história.”

Tipos de interpretações

Além da interpretação simultânea, existe também a interpretação “consecutiva”, que é o relato posterior sobre os conteúdos de um discurso ou de uma declaração após a conclusão do orador.

Um terceiro tipo de interpretação é aquela “sussurrada”, quanto o intérprete traduz, no pé do ouvido, as frases pronunciadas ao seu interlocutor.

Os intérpretes da ONU traduzem sempre usando a língua-mãe, com exceção nas cabines de árabe e de chinês. Muitas vezes, por falta de tradutores qualificados destes idiomas, eles devem ser traduzidos em inglês ou francês.

 Fonte: http://www.swissinfo.ch