A culinária francesa é uma das mais tradicionais do mundo. 

Espanglish Traduções

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Intérprete simultâneo em francês.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

A França é um país de grande herança cultural em todos os sentidos, na culinária não é diferente. A França tem uma culinária que é uma das mais tradicionais em todo mundo. As comidas típicas francesas convivem perfeitamente com a nouvelle cuisine.

A nouvelle cuisine, a propósito, é uma maneira de cozinhar usada na cozinha francesa a partir de década de setenta, em contraste com a cozinha clássica, a “nova cozinha francesa” tem com característica a leveza e delicadeza dos pratos e a ênfase na apresentação. Este movimento revolucionou a “alta cozinha” e contribuiu para a gastronomia moderna no mundo todo.

Confira alguns pratos tradicionais da requintada culinária francesa:

Croissant

croissant

Esse já é querido pelos brasileiros, sua massa era inicialmente feita como a de pão comum e ao longo do tempo foi modificada. A massa folhada como conhecemos foi aprimorada pelos padeiros de Paris, no início do século 20.

Petit Gâteau

Petit_Gateau

Outro prato bem conhecido e delicioso! A receita original é composta por um bolo de chocolate mal passado e com interior cremoso, acompanhado de uma bola de sorvete de baunilha. Aqui no Brasil já podemos encontrar várias versões dessa receita.

Macarons

macarons

O prato foi na realidade introduzido na França pela Catarina di Médici, uma rainha italiana. Mas as freiras de Nancy descobriram a receita secreta e passaram a produzi-la, tornando a cidade um local famoso pelos primeiro macarons franceses. O prato foi incrementado, no século XX, com deliciosos recheios, deixando-os do jeito que conhemos hoje. O prato é super requisitado em eventos aqui no Brasil, com várias cores.

Madeleine com especiarias

madeleine

Um bolinho amanteigado em formato de concha. É um dos doces mais tradicionais da cozinha francesa e ficou eternizado na obra do escrito Marcel Proust, “Em busca do tempo perdido”, na qual ele descreve as lembranças despertadas pelas ‘madalenas’, como também é conhecida.

Ratatouille

ratatouille

É um receita típica da região de Provença, na França. O nome significa picar ou triturar. Um prato a base de legumes, não pode faltar beringela nem tomate. Para quem não conhecia o prato, provavelmente passou a conhecer depois do filme do ratinho cozinheiro, intitulado com o nome do prato típico francês, Ratatouille.

Cassoulet

CASSOULET

Típico das cidades de Carcassone, Castelnaudary e Toulouse. É um clássico da culinária francesa e teria nascido durante a guerra dos Cem Anos, como um cozido feito com todos os ingredientes disponíveis, análogo a nossa feijoada. É um prato ideal para o inverso, preparado com feijões brancos, frango e variedades de carne de porco.

Profiterole

profiteroles

Uma deliciosa sobremesa feita de massa açucarada recheada com cremes, sorvetes ou caldas. É um doce bastante popular na França, e teria sido criado por um chef italiano, atendendo a um pedido de Catarina de Médicis.

Croque monsieur

croque-monsieur

É um lanche preparado com pão de forma, queijo gruyère, manteiga e molho branco bechamel. O prato nasceu em Paris, no início do século 19.

Quiche lorraine

quiche-lorraine

Um prato tradicional da região da Alsácia. Tem como recheio uma mistura de bacon, creme de leite, manteira e noz-moscada.

Coq au vin

Coq-Au-Vin

Uma receita que já possui séculos de existência. Segundo consta, foi criado para o imperado romano, Julio César, ao conquistar a região da Gália. A receita original era preparada com galos em idade avançada e o vinho para amaciar a carne. Hoje em dia, pode ser feito com frango ou galinha caipira, é cozinhado com bacon, cebora, alho, vinho tinto, cogumelos, salsa, entre outros ingredientes.

Fonte: https://www.getninjas.com.br/guia/eventos/cozinha-para-eventos/10-comidas-tipicas-culinaria-francesa/

Conheça um pouco mais sobre a cultura francesa

Espanglish Traduções

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução simultânea em francês.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

O país mais visitado do mundo, a França, é conhecido por seus pontos turísticos — entre eles a Torre Eiffel e o Museu do Louvre —. A França também por seus vinhos saborosos e sua deliciosa gastronomia. Contudo, a cultura francesa vai além, muitos costumes e hábitos fazem do país um lugar especial do continente europeu.

Os franceses amam seu país, não “saem à francesa”, prezam pela boa educação, andam de patinete e não tomam mais de um banho por dia! Para você conhecer um pouco mais das peculiaridades da cultura francesa, separamos algumas delas. Continue a leitura e se delicie com o charme francês.

Por que os franceses são muito nacionalistas?

Eles realmente vestem a camisa da França, e não estamos falando somente daquela que sempre brilha nas Copas do Mundo de Futebol. O orgulho quanto a sua origem e em relação às peculiaridades culturais de seu país está estampado no rosto dos franceses.

Por mais que eles saibam falar e se expressar em outros idiomas, como o inglês, por exemplo, diante de tanto amor pela nação, a preferência é sempre pela conversa em sua língua oficial.

De onde vem o termo “sair à francesa”?

Um costume quando um francês chega e sai de um lugar é cumprimentar todo mundo, um por um. Quando há mais intimidade, com dois beijinhos no rosto, quando há menos, com apertos de mãos. Então, por que dizemos “sair à francesa” se eles são tão educados?

Na verdade, por lá, eles conhecem esse termo como “sair à inglesa” e, realmente, ele foi criado na terra da Rainha. Por isso, mesmo que tenha se espalhado como francesa, sair de uma festa sem se despedir, na França, é uma atitude rude e malvista.

Será que eles não gostam de tomar banho?

Para muitos franceses, o banho fica em segundo plano nos afazeres diários, mas isso nem sempre quer dizer que eles não gostam de tomá-lo. A questão é que eles não tomam dois ou três banhos no mesmo dia por mais calor que faça!

Como vinhos e queijos são vistos na cultura francesa?

Para os franceses, comer e beber bem é essencial para se viver bem, por isso, muitos de seus vinhos são de produção própria. E quanto ao queijo, ele está em quase tudo na culinária de lá, e é sempre bem-vindo.

Diferente de outros países, eles evitam comer entre as refeições principais (almoço e jantar), pois acreditam que isso pode prejudicar o sabor desses pratos. Por fim, se faltar assunto em uma roda de amigos franceses, comece a falar de comida — tema que rende em qualquer canto do país.

Por que os franceses não conversam no metrô?

Mais uma vez, o que se destaca é a boa educação e, para eles, conversas altas e barulho em excesso não demonstram isso. Talvez esse seja um dos motivos pelos quais vistos como pessoas frias, entretanto, essa é só uma maneira de respeitar o ambiente público, abaixando o tom de voz.

Quando eles mais utilizam a bicicleta?

Por todo lado, você vai ver alguém em uma bicicleta. E eles vão além, usando e abusando do patinete. Lá, o que, para os brasileiros, é só um brinquedo de criança, é um meio de locomoção prático e utilizado por jovens, adultos e idosos, não importa a idade nem para onde estão indo.

São muitas as curiosidades quando o assunto é a cultura francesa, pois são um povo que ama de verdade sua nação. Por isso, mesmo com tantas diferenças marcantes em relação ao que estamos acostumados a ver e viver no Brasil, a França é um ótimo para se visitar e para se viver.

Fonte: https://mytargetidiomas.com.br/blog/cultura-francesa/

Recurso exclusivo dos Pixel Buds, tradução simultânea é liberada para fones de ouvido concorrentes

 

Lançados há pouco mais de um ano, os Pixel Buds – o primeiro par de fones de ouvido sem fio da Google, chegaram ao mercado trazendo novidades surpreendentes: além de ter suporte ao Google Assistente, os novos fones traziam um módulo de tradução simultânea do Google Tradutor, permitindo, pelo menos no papel, que o usuário pudesse ter uma conversa mais fluída com alguém que não falasse a sua língua.

Após a chegada da novidade ao mercado, outras marcas como LG, Bose, Sony e JBL também fizeram as suas aparições e lançaram fones com Google Assistente, mas sem a presença do módulo de tradução, deixando a função exclusiva ao produto do Google.

No entanto, segundo novas informações encontradas na página dos fones, no próprio site do Google, a gigante de buscas pode estar prestes a abrir mão da exclusividade. Com suporte a mais de 40 línguas, ao que parece o recurso poderá ser visto em breve em fones de outras marcas.

Antes descrita como “O Google Tradutor no Google Pixel Buds só está disponível em telefones Pixel”, a seção de compatibilidade recebeu algumas mudanças e agora tem a seguinte descrição: “O Google Tradutor está disponível em todos os fones de ouvido otimizados para o Assistente e telefones Android”.

Ou seja, apesar da compatibilidade do recurso continuar restrita a aparelhos com Android superior ao Marshmallow 6.0, ela já está, ou ficará em breve, disponível para todos os dispositivos que possuem suporte ao Google Assistente. Com isso, se você tem algum fone com esse suporte, pode agendar a sua próxima viagem para o exterior e testar o novo recurso.

fonte: https://www.tudocelular.com/software/noticias/n131838/pixel-buds-traducao-simultanea-fones-de-ouvido.html

Equipamento de Tradução Simultânea

Os equipamentos de sonorização, transmissão e recepção de áudio são partes essenciais para uma tradução simultânea de excelente qualidade. Os intérpretes necessitam ouvir bem o palestrante, o som precisa ser claro e puro, e da mesma maneira o auditório, que geralmente usa a tradução durante um dia inteiro, merece som de primeira qualidade. A cabine de tradução deve isolar totalmente o som da voz dos intérpretes. Assim, a escolha de equipamentos novos e atualizados com a última tecnologia do mercado é de suma importância. A ESPANGLISH Tradução Simultânea, através de parceiros experientes e estruturados, fornece tudo o que você precisa para a sonorização de seu evento. Locação de Equipamentos de Tradução Simultânea com ótima qualidade e serviço técnico experiente são um dos nossos diferenciais!

Também contamos com técnicos para montagem das cabines e recepcionistas para entrega dos aparelhos de tradução para que você, organizador do evento, não tenha outras preocupações. Assim ajudamos você e sua empresa para que a tradução simultânea do evento seja um grande sucesso. Conte na sua conferência com o aluguel de equipamento de tradução simultânea que oferece o melhor custo benefício.

 

O Grego que fala 32 línguas

Ioannis Ikonomou é tradutor da Comissão Europeia, estudou em Harvard e morou numa favela.
Começou a estudar inglês com apenas cinco anos de idade e, desde aquela época, tem dedicado sua vida às línguas. Apaixonou-se pela cultura russa e pelo idioma de Dostoievski e de Pushkin quando estudava no secundário. Um encontro não planejado com uma professora alemã durante suas aulas particulares durante umas férias em Creta, permitiu-lhe acrescentar o alemão ao currículo. O russo, o árabe e o turco, aprendeu antes de entrar na universidade, no início dos oitenta. Hoje, aos 46 anos, fala 32 línguas e conhece vários idiomas antigos: latim, sânscrito, persa, gótico, páli, eslavo eclesiástico, hitita, osco e umbro.
As primeiras palavras em português aprendeu na Universidade de Harvard,que frequentou durante os anos de 1988 e 1992. Um curso intensivo no Instituto de Línguas do Rio de Janeiro iniciou-o no léxico da língua, mas algumas semanas entre os favelados revelaram-lhe o português do Brasil.
Ele opina que «não há línguas fáceis ou difíceis», apenas diferentes das que já conhece.
Aos 21 anos, viajou a Beijing e cometeu outra loucura linguística: estudou basco (e mandarim, ao mesmo tempo) com um professor do País Basco e uma companheira de curso iugoslava. «O basco faz hoje parte das línguas que, infelizmente, esqueci», lamenta. Estabelecer rotinas diárias é o segredo para manter e aperfeiçoar o domínio das línguas. «Tento ficar sempre em contato com os idiomas que estudei, para não os esquecer.»
 À pergunta «qual será a próxima língua?», Ioannis respondeu «amárico», apenas por ser fã da cozinha etíope. «Um colega leu a entrevista e ligou-me a avisar que um restaurante de Bruxelas ia dar um curso de amárico durante três dias. Estudei o idioma dia e noite e, quando cheguei ao curso, a professora colocou-me na classe mais avançada», explica. E a próxima língua, qual será? «A tigrínia», língua oficial da Eritreia.
Na Espanglish você conta com os nossos serviços de tradução simultânea em inglês, francês, espanhol, italiano, alemão, grego, árabe, turco, holandês, mandarim, japonês, coreano, russo e muitas outras línguas.
Também temos equipamento de tradução simultânea para conferências fornecendo a montagem e o serviço de recepcionistas para aprimorar o atendimento do seu evento.
atendimento@espanholinglescuritiba.com.br
(41)3308-9498 / (41)9667-9498