Bons vinhos

É quase impossível falar da França e se esquecer dos majestosos vinhos franceses.

São os mais produzidos do mundo. E são consumidos sempre acompanhando uma refeição, principalmente com amigos e família.

Ao que tudo indica, os primeiros vinhedos foram feitos em Bordeaux, mas hoje em dia os mais conhecidos são produzidos na região da Borgonha, não tão distante de Paris e Lyon. Essa região recebe turistas de todo o mundo e um dos seus aspectos positivos é o bom vinho apreciado por lá.

Conheça agora alguns dos mais famosos vinhos da França:

Médoc: vinhos tintos, das margens do Rio Gironde, ao norte de Bordeaux

Margaux; vinhos tintos também, porém moderadamente encorpados

Chablis: um dos vinhos brancos franceses mais famosos

Saint Emilion: é um dos principais vinhos tintos e um dos mais famosos da região de Bordeaux

Nuits-Saint-Georges: vinho tinto com aroma de cereja, cassis e truffe.

Obviamente aqui só estão poucos dos mais conhecidos vinhos produzidos na magnífica França.

 

Alimentos típicos da França

Todos sabem que a culinária francesa é uma das mais riquíssimas que existem e dizer isso talvez seja relativo, já que cada pessoa tem um gosto diferente. Porém essa afirmação significa dizer que os restaurantes presentes na França são sem dúvida, dos mais renomados estabelecimentos com dotes culinários que há. Conheça alguns alimentos típicos de lá:

Fonte: http://www.getninjas.com.br

Croissant

croissant

Esse já é querido pelos brasileiros, sua massa era inicialmente feita como a de pão comum e ao longo do tempo foi modificada. A massa folhada como conhecemos foi aprimorada pelos padeiros de Paris, no início do século 20.

Petit Gâteau

Petit_Gateau

Outro prato bem conhecido e delicioso! A receita original é composta por um bolo de chocolate mal passado e com interior cremoso, acompanhado de uma bola de sorvete de baunilha. Aqui no Brasil já podemos encontrar várias versões dessa receita. Veja como preparar um delicioso petit gâteau.

Macarons

macarons

O prato foi na realidade introduzido na França pela Catarina di Médici, uma rainha italiana. Mas as freiras de Nancy descobriram a receita secreta e passaram a produzi-la, tornando a cidade um local famoso pelos primeiro macarons franceses. O prato foi incrementado, no século XX, com deliciosos recheios, deixando-os do jeito que conhemos hoje. O prato é super requisitado em eventos aqui no Brasil, com várias cores.

Madeleine com especiarias

madeleine

Um bolinho amanteigado em formato de concha. É um dos doces mais tradicionais da cozinha francesa e ficou eternizado na obra do escrito Marcel Proust, “Em busca do tempo perdido”, na qual ele descreve as lembranças despertadas pelas ‘madalenas’, como também é conhecida.

Ratatouille

ratatouille

É um receita típica da região de Província, na França. O nome significa picar ou triturar. Um prato a base de legumes, não pode faltar beringela nem tomate. Para quem não conhecia o prato, provavelmente passou a conhecer depois do filme do ratinho cozinheiro, intitulado com o nome do prato típico francês, Ratatouille.

Cassoulet

CASSOULET

Típico das cidades de Carcassone, Castelnaudary e Toulouse. É um clássico da culinária francesa e teria nascido durante a guerra dos Cem Anos, como um cozido feito com todos os ingredientes disponíveis, análogo a nossa feijoada. É um prato ideal para o inverso, preparado com feijões brancos, frango e variedades de carne de porco.

Profiterole

profiteroles

 

Uma deliciosa sobremesa feita de massa açucarada recheada com cremes, sorvetes ou caldas. É um doce bastante popular na França, e teria sido criado por um chef italiano, atendendo a um pedido de Catarina de Médicis.

Croque monsieur

croque-monsieur

É um lanche preparado com pão de forma, queijo gruyère, manteiga e molho branco bechamel. O prato nasceu em Paris, no início do século 19. E que tal um Croque Monsieur para o lanche da tarde?

Quiche lorraine

quiche-lorraine

Um prato tradicional da região da Alsácia. Tem como recheio uma mistura de bacon, creme de leite, manteira e noz-moscada.

Coq au vin

Coq-Au-Vin

Uma receita que já possui séculos de existência. Segundo consta, foi criado para o imperado romano, Julio César, ao conquistar a região da Gália. A receita original era preparada com galos em idade avançada e o vinho para amaciar a carne. Hoje em dia, pode ser feito com frango ou galinha caipira, é cozinhado com bacon, cebora, alho, vinho tinto, cogumelos, salsa, entre outros ingredientes.

Esses alimentos são muito conhecidos em qualquer lugar do mundo, inclusive no Brasil.

Carnaval deve injetar 5% na economia de Campo Grande

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução Simultânea em Campo Grande nas línguas espanhola, inglesa, francesa, alemã, italiana, russa, holandesa, portuguesa (PT), japonesa, coreana, entre outras.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

O Carnaval este ano deve injetar 5% na economia de Campo Grande, de acordo com levantamento do Instituto de Pesquisa da Fecomércio-MS. A expectativa de incremento na economia é baseada nos resultados dos últimos anos. Os R$ 48 milhões registrados em 2018, foram 18% maior que o verificado no ano anterior (2017), de R$ 40 milhões.

De acordo com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur) as pesquisas da Fecomércio mostram a tendência de movimentação econômica e a quantidade de pessoas motivadas a gastar nos dias de folia. O levantamento mostra que os campo-grandenses têm viajado menos durante o Carnaval. Houve redução na quantidade de pessoas que pretendiam viajar em 2018, de 21,85% para 15,9%.

Em Campo Grande serão cinco noites de folia, com bandas de renome. A Sectur aguarda posicionamento do Ministério Público Estadual (MPE), ao qual foi apresentado o projeto. O MPE vai decidir também se os grupos independentes, como o Cordão Valu, poderão se apresentar na Esplanada Ferroviária, como acontece todos os anos.

No Carnaval de 2019, além dos eventos na Avenida Interlagos, acontecem as apresentações dos blocos e cordões independentes, das escolas de samba e dos blocos oficiais.

fonte: https://www.midiamax.com.br/cotidiano/economia/2019/carnaval-deve-injetar-5-na-economia-de-campo-grande/

Campo Grande recebe a maior feira de observação de aves da América Latina

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução Simultânea em Campo Grande nas línguas espanhola, inglesa, francesa, alemã, italiana, russa, holandesa, portuguesa (PT), japonesa, coreana, entre outras.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

Campo Grande tem mais de 350 aves catalogadas apenas dentro da cidade, inclusive espécies raras e ameaçadas de extinção. Pensando nisso, a Capital recebe em novembro a 13ª edição da Avistar, maior feira de observação de aves da América Latina. O evento está marcado para os dias 23, 24 e 25 do próximo mês no Museu das Culturas Dom Bosco, no Parque das Nações Indígenas.

Para lançar a feira, um encontro anuncia a realização do evento nesta quarta-feira (24), às 9 horas no Plenarinho do Paço Municipal de Campo Grande. A cidade foi escolhida para receber o evento por ser reconhecida como a Capital do Turismo de Observação de Aves.

Segundo a Prefeitura, o evento irá movimentar a cidade, já que contará com a presença de observadores de aves, ambientalistas, estudantes e pesquisadores. O evento é realizado pela Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo) em parceria com o Instituto Mamede, Instituto Arara Azul e COACGR (Clube de Observadores de Aves de Campo Grande).

fonte: https://www.midiamax.com.br/cotidiano/2018/campo-grande-recebe-a-maior-feira-de-observacao-de-aves-da-america-latina/

Campo Grande teve evento com educadores sobre bilinguismo

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução Científica de Ciências Ambientais em Campo Grande nas línguas espanhola, inglesa, francesa, alemã, italiana, russa, holandesa, portuguesa (PT), japonesa, coreana, entre outras.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

Com o objetivo de aprofundar o debate e apresentar na prática o funcionamento de um programa de educação bilíngue, o Systemic Bilingual – primeiro programa de educação bilíngue do país -, reuniu no dia 24 de setembro, em Campo Grande – MS, educadores, diretores e gestores de instituições de ensino de todo o país.

O encontro, que já aconteceu neste ano em Aracajú (SE) e Piracicaba (SP), tem como proposta discutir, analisar e compartilhar experiências sobre melhores práticas educacionais dentro do contexto da educação bilíngue. Além de possibilitar um profundo mergulho no universo do bilinguismo, o evento discutiu os desafios da implantação de um programa de educação bilíngue nas escolas, apresentando na prática o desempenho dos alunos e também a performance do professor em sala de aula.

Nesta edição de Campo Grande, o encontro aconteceu na Unidade Horto do Sesc (Serviço Social do Comércio), colégio que implementou o programa de educação bilíngue em 2016. Todos os alunos da unidade – crianças de 3 a 5 anos, e Ensino Fundamental do 1º ao 9º ano -, frequentam as aulas bilíngues que são ministradas por professores de inglês treinados pelo Systemic.

“O Systemic preza pela democratização da educação bilíngue no Brasil. Por isso, os educadores convidados tiveram a oportunidade de vivenciar um dia comum de aula do colégio, e não apenas uma exibição.

Sobre o Systemic

Primeiro programa de educação bilíngue do Brasil, o Systemic Bilingual foi criado em 2002 por duas acadêmicas brasileiras e mestres em educação pela Universidade de Bath no Reino Unido. Amplamente testado e com resultados demonstrados, o Systemic integra o conteúdo das matérias escolares à língua inglesa, permitindo que o aluno alcance naturalmente a fluência no idioma por meio de um sistema de ensino bem estruturado e acompanhado de uma metodologia comprovadamente eficaz. O Grupo System, que também inclui as escolas de idiomas System, tem sede em Maceió (AL), filial em São Paulo (SP) e Orlando (US) e conta com mais de 100 colaboradores. Atualmente, o Systemic está presente em 80 escolas em 18 estados brasileiros, levando educação bilíngue a mais de 16 mil alunos.

fonte: http://www.acritica.net/noticias/campo-grande-tera-evento-com-educadores-sobre-bilinguismo/325365/