Cinema argentino em Curitiba

A CAIXA Cultural traz a Curitiba a mostra Histórias extraordinárias: cinema argentino contemporâneo. Entre os dias 17 e 24 de abril, serão apresentados 24 longas e curtas-metragens que revelam a vitalidade e a força criativa do cinema produzido na Argentina. Com curadoria de Natalia Christofoletti Barrenha, pesquisadora de cinema argentino, e Agustín Masaedo, programador do Buenos Aires Festival Internacional de Cinema Independente (BAFICI), a programação apresenta tanto obras premiadas em festivais argentinos e internacionais quanto produções com sólidas passagens pelo circuito comercial.

Apesar disso, e do crescente interesse do público brasileiro pelo cinema argentino, a maioria dos filmes selecionados tiveram escassa ou nula visibilidade no Brasil. Assim, o evento busca ampliar o olhar dos espectadores curitibanos sobre uma das cinematografias mais expressivas, diversas e reconhecidas internacionalmente. “A programação conta com uma porção de comédias, com filmes que abordam temas necessários e urgentes sem perder o humor, a capacidade de rir de si mesmo, de questionar com leveza. Em um momento em que tanto no Brasil como na Argentina temos uma situação política complicada, e nossas sociedades se encontram extremamente polarizadas, com uma triste dificuldade para entabular um diálogo, esse tipo de abordagem, a partir da leveza, é extremamente inspirador”, reflete a curadora Natalia Christofoletti Barrenha.

Entre os destaques selecionados, está o documentário As lindas (2016), da estreante Melisa Liebenthal, premiado na seção Bright Future do Festival de Rotterdam. O público também poderá assistir aos vencedores das duas últimas edições do Buenos Aires Festival Internacional de Cinema Independente (BAFICI): A longa noite de Francisco Sanctis (2016), dos também estreantes Andrea Testa e Francisco Márquez; e A vendedora de fósforos (2017), de Alejo Moguillansky, diretor e montador já consagrado, de trajetória prolífica e presença frequente nos principais festivais internacionais.

Neste mês de abril, em que o BAFICI – um dos mais importantes festivais da América Latina, vitrine fundamental para a produção do chamado nuevo cine argentino – chega à sua 20a edição, a mostra também marca o vigésimo aniversário de estreia e premiação do filme Pizza, cerveja, baseado (1997) no Festival Internacional de Cine de Mar del Plata, considerado o ponto de partida do nuevo cine. “O filme é de uma força surpreendente, de que algo nasceu mesmo, e o que veio antes eram lampejos de algo em gestação, e o que veio depois está influenciado por ele de alguma forma”, avalia Natalia.

Assim, parte da mostra celebra o momento fundador da pungente produção cinematográfica do país vizinho. Duas décadas depois, o público brasileiro poderá se reencontrar com a ópera prima de Israel Adrián Caetano e Bruno Stagnaro, mergulhar na genealogia do nuevo cine com os curtas-metragens seminais de Histórias breves I (1995) e descobrir, na selvagem loucura do documentário Bonanza (2001), de Ulises Rosell, que as rupturas desse “movimento” transcenderam o cinema de ficção.

A programação se completa com a exibição especial de um dos filmes mais aguardados dos últimos anos: o elogiado Zama (2017), de Lucrecia Martel, inspirado na novela homônima de Antonio Di Benedetto, além de um documentário que acompanha a diretora em seu processo de criação durante as filmagens: Anos-luz (2017), de Manuel Abramovich.

“Os dez filmes da mostra principal terminaram formando um sistema perfeitamente homogêneo, com sua própria lógica interna e relações complementares ou contrastantes: um modelo na escala do cinema argentino atual; sua liberdade, suas buscas e suas contradições. Descobrir essas conexões secretas, reconstruir a imagem completa a partir de seus fragmentos, é uma razão mais que suficiente para fazer um esforço e não perder nenhum desses filmes”, garante o curador Agustín Masaedo.

Fonte: http://www.paranaportal.uol.com.br

Espanglish Traduções

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução simultânea em espanhol e castelhano.

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

 

Conexão Espanha-Brasil

Espanhóis

Durante 60 anos, o Brasil foi governado por reis espanhóis: Felipe II 1580-1591 Felipe III 1598-1621 Felipe IV 1621-1640 Os capitães povoadores tinham grandes poderes no começo do século XVII. Não se limitavam ao comando de governos militares, suas atribuições eram tanto de ordem militar como civil. Administravam os povos da sua jurisdição de forma quase absoluta. Tanto Gabriel de Lara, no litoral, como o Capitão Martins Leme, em Curitiba, exerceram funções políticos-Administrativa e militar, cumulativamente. Ambos tiveram grande influencia e representaram papel saliente na criação das respectivas vilas de Paranaguá e de Curitiba. Lara não somente foi, durante 36 anos, o condutor do primeiro grupo de povoadores efetivos de Paranaguá, como foi também, o incentivador de núcleos expontâneos de povoamento de Curitiba.

Conheça o Centro Espanhol do Paraná: https://www.centroespanhol.com.br/

Espanglish Traduções

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução simultânea em espanhol.

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

Carnaval deve injetar 5% na economia de Campo Grande

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução Simultânea em Campo Grande nas línguas espanhola, inglesa, francesa, alemã, italiana, russa, holandesa, portuguesa (PT), japonesa, coreana, entre outras.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

O Carnaval este ano deve injetar 5% na economia de Campo Grande, de acordo com levantamento do Instituto de Pesquisa da Fecomércio-MS. A expectativa de incremento na economia é baseada nos resultados dos últimos anos. Os R$ 48 milhões registrados em 2018, foram 18% maior que o verificado no ano anterior (2017), de R$ 40 milhões.

De acordo com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur) as pesquisas da Fecomércio mostram a tendência de movimentação econômica e a quantidade de pessoas motivadas a gastar nos dias de folia. O levantamento mostra que os campo-grandenses têm viajado menos durante o Carnaval. Houve redução na quantidade de pessoas que pretendiam viajar em 2018, de 21,85% para 15,9%.

Em Campo Grande serão cinco noites de folia, com bandas de renome. A Sectur aguarda posicionamento do Ministério Público Estadual (MPE), ao qual foi apresentado o projeto. O MPE vai decidir também se os grupos independentes, como o Cordão Valu, poderão se apresentar na Esplanada Ferroviária, como acontece todos os anos.

No Carnaval de 2019, além dos eventos na Avenida Interlagos, acontecem as apresentações dos blocos e cordões independentes, das escolas de samba e dos blocos oficiais.

fonte: https://www.midiamax.com.br/cotidiano/economia/2019/carnaval-deve-injetar-5-na-economia-de-campo-grande/

Campo Grande recebe a maior feira de observação de aves da América Latina

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução Simultânea em Campo Grande nas línguas espanhola, inglesa, francesa, alemã, italiana, russa, holandesa, portuguesa (PT), japonesa, coreana, entre outras.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

Campo Grande tem mais de 350 aves catalogadas apenas dentro da cidade, inclusive espécies raras e ameaçadas de extinção. Pensando nisso, a Capital recebe em novembro a 13ª edição da Avistar, maior feira de observação de aves da América Latina. O evento está marcado para os dias 23, 24 e 25 do próximo mês no Museu das Culturas Dom Bosco, no Parque das Nações Indígenas.

Para lançar a feira, um encontro anuncia a realização do evento nesta quarta-feira (24), às 9 horas no Plenarinho do Paço Municipal de Campo Grande. A cidade foi escolhida para receber o evento por ser reconhecida como a Capital do Turismo de Observação de Aves.

Segundo a Prefeitura, o evento irá movimentar a cidade, já que contará com a presença de observadores de aves, ambientalistas, estudantes e pesquisadores. O evento é realizado pela Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo) em parceria com o Instituto Mamede, Instituto Arara Azul e COACGR (Clube de Observadores de Aves de Campo Grande).

fonte: https://www.midiamax.com.br/cotidiano/2018/campo-grande-recebe-a-maior-feira-de-observacao-de-aves-da-america-latina/

Campo Grande teve evento com educadores sobre bilinguismo

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução Científica de Ciências Ambientais em Campo Grande nas línguas espanhola, inglesa, francesa, alemã, italiana, russa, holandesa, portuguesa (PT), japonesa, coreana, entre outras.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

Com o objetivo de aprofundar o debate e apresentar na prática o funcionamento de um programa de educação bilíngue, o Systemic Bilingual – primeiro programa de educação bilíngue do país -, reuniu no dia 24 de setembro, em Campo Grande – MS, educadores, diretores e gestores de instituições de ensino de todo o país.

O encontro, que já aconteceu neste ano em Aracajú (SE) e Piracicaba (SP), tem como proposta discutir, analisar e compartilhar experiências sobre melhores práticas educacionais dentro do contexto da educação bilíngue. Além de possibilitar um profundo mergulho no universo do bilinguismo, o evento discutiu os desafios da implantação de um programa de educação bilíngue nas escolas, apresentando na prática o desempenho dos alunos e também a performance do professor em sala de aula.

Nesta edição de Campo Grande, o encontro aconteceu na Unidade Horto do Sesc (Serviço Social do Comércio), colégio que implementou o programa de educação bilíngue em 2016. Todos os alunos da unidade – crianças de 3 a 5 anos, e Ensino Fundamental do 1º ao 9º ano -, frequentam as aulas bilíngues que são ministradas por professores de inglês treinados pelo Systemic.

“O Systemic preza pela democratização da educação bilíngue no Brasil. Por isso, os educadores convidados tiveram a oportunidade de vivenciar um dia comum de aula do colégio, e não apenas uma exibição.

Sobre o Systemic

Primeiro programa de educação bilíngue do Brasil, o Systemic Bilingual foi criado em 2002 por duas acadêmicas brasileiras e mestres em educação pela Universidade de Bath no Reino Unido. Amplamente testado e com resultados demonstrados, o Systemic integra o conteúdo das matérias escolares à língua inglesa, permitindo que o aluno alcance naturalmente a fluência no idioma por meio de um sistema de ensino bem estruturado e acompanhado de uma metodologia comprovadamente eficaz. O Grupo System, que também inclui as escolas de idiomas System, tem sede em Maceió (AL), filial em São Paulo (SP) e Orlando (US) e conta com mais de 100 colaboradores. Atualmente, o Systemic está presente em 80 escolas em 18 estados brasileiros, levando educação bilíngue a mais de 16 mil alunos.

fonte: http://www.acritica.net/noticias/campo-grande-tera-evento-com-educadores-sobre-bilinguismo/325365/