Nova ponte suspensa de vidro atrai turistas na China

 Com 268 metros de extensão e a 158 metros de altura, ponte na província de Henan é trêmula e tem painéis que simulam rachaduras quando as pessoas caminham sobre eles. Travessia une dois penhascos em Xuchang.

 Uma nova ponte suspensa, com piso de vidro, na província chinesa central de Henan, trouxe uma divertida mistura de empolgação e susto a turistas durante o feriado do Festival da Primavera.

A ponte, aberta ao público cerca de uma semana antes do feriado, tem 268 metros de extensão e fica a 158 metros de altura. Os painéis de vidro têm espessura de 2,4 centímetros e apresentam imagens de rachaduras quando as pessoas caminham sobre eles.

Pendurada sobre dois penhascos em uma bela paisagem na cidade de Xuchang, a ponte trêmula atraiu muitos turistas que queriam testar sua coragem.

“Ela é suspensa e trêmula, o que torna a travessia mais assustadora”, disse um deles.

A China possui agora dezenas de passagens, pontes e plataformas de observação de vidro em seus pontos turísticos espalhados pelo país.

No final do ano passado, outra ponte suspensa de vidro, com 488 metros de extensão, foi inaugurada na província de Hebei, no norte do país.

Fonte: https://g1.globo.com/turismo-e-viagem/noticia/nova-ponte-suspensa-de-vidro-atrai-turistas-na-china.ghtml

http://globotv.globo.com/g1/g1-turismo-e-viagem/v/nova-ponte-suspensa-de-vidro-atrai-turistas-na-china/6518361/

Espanglish Traduções oferece os seus serviços de tradução na língua chinesa.

Tradução de Chinês. Tradução Simultânea em Chinês.
Tradução Técnica em Chinês. Legendas de vídeos em Chinês. Tradução Juramentada em Chinês. Tradução Consecutiva em Chinês. Tradução Escrita em Chinês.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

 

Anúncios

COMO APRENDER INGLÊS COM FILMES e SÉRIES [Técnicas + Ferramentas Para Praticar]

Assista este vídeo que mostra como aprender inglês com filmes e séries. (obrigado, Canal Inglês Winner).

Espanglish Traduções oferece os seus serviços da tradução em Inglês. Tradução juramentada, técnica, legendas e tradução simultânea e consecutiva em Inglês.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

ALFABETO CHINES MANDARIM – A MELHOR aula de Letras Chinesas até HOJE

Assista este vídeo que ensina o alfabeto em chinês. (obrigado, Canal Aprenda Falar Chinês).

Espanglish Traduções oferece os seus serviços da tradução em Chinês. Tradução juramentada, técnica, legendas e tradução simultânea e consecutiva em Chinês.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

CHINESES REAGINDO A COMIDA CHINESA DO BRASIL

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=Gxjuo3wwPEY

Traduções de chinês. Tradução Juramentada, Simultânea, Consecutiva em Mandarim.

http://www.espanglish.com.br

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

Mais de 200 línguas são faladas nas casas do Canadá

A imigração é atualmente a grande responsável pelo crescimento da população canadense. Com a chegada de imigrantes de várias partes do mundo, é natural também que diversos idiomas comecem a fazer parte do cenário nacional. O idioma mais falado no Canadá, depois do inglês e do francês, é o mandarim. Cerca de 641 mil pessoas. Seguido pelo cantonês e pelo punjabi.

Entretanto, o idioma que tem a maior taxa de crescimento não é o chinês mas o tagalog, falado nas Filipinas. O número de pessoas que tem o idioma como língua nativa cresceu 35% desde o último Censo. Esse número não mostrou nenhuma surpresa pois as Filipinas são o país que mais enviou imigrantes para o Canadá. Mais de 50.000 filipinos tornaram-se residentes permanentes em 2015.

Segundo Jean-Pierre Corbeil, diretor assistente do centro de linguagem étnico-cultural e estatísticas de imigração do Statistics Canada, o tagalog teve um crescimento enorme entre 2006 e 2011. “Em 2011 menos de 400.000 pessoas diziam falar tagalog em casa. Hoje são 525.000.”

Padrões de imigração

É possível identificar o padrão da imigração ao observar os idiomas falados nas regiões.

Depois do inglês e francês, o árabe é o idioma mais falado em New Brunswick e Nova Scotia. O mandarin é o mais falado em Prince Edward Island.

O árabe também teve um aumento significativo em Québec. A província francófona teve também um outro dado interessante. Houve um diminuição do francês como idioma nativo, caindo de 79.9% para 78.4%.

Mais de 200 línguas são faladas nas casas do Canadá
Idiomas mais falados em casa nas províncias e territórios (excluindo o francês e o inglês)

Apesar de falarem o mesmo idioma, a origem das pessoas que falam árabe nessas províncias é diferente. Em Québec a maior parte vem do norte da África. Já nas províncias do atlântico e em Ontário, a maioria vem do oriente médio.

Mais da metade das pessoas que falam um idioma não oficial mora em Ontário. O mandarim é basicamente o idioma não oficial na província, com mais da metade das pessoas que falam esse idioma residindo lá.

O tagalog é o mais falado nas prairies e nos territórios, enquanto que o punjabi é o mais falado em British Columbia, seguido muito de perto pelo mandarim e o cantonês.

Mais de 200 línguas são faladas nas casas do Canadá“Desde o último Censo é claro que o Canadá tem recebido mais e mais imigrantes vindos da Ásia e do oriente médio”, disse Corbeil. Ele continua dizendo que “apesar da diversidade, alguns idiomas são realmente predominantes”.

O Censo registrou que mais de 200 línguas são faladas nas casas do Canadá. Das 213 registradas, sete são as faladas pela maioria das pessoas: mandarim, cantonês, punjabi, espanhol, tagalog, árabe e italiano.

Idiomas falados na Europa tem perdido a hegemonia lentamente. Por exemplo, o alemão é o idioma estrangeiro mais reportado em Manitoba, mas o tagalog é o que mas aparece como falado em casa. Segundo Corbeil, o alemão deve passar para o segundo lugar muito em breve na província.

Línguas aborígenes

O Inuktitut e o Dogrib (Tlicho) são os mais falados nos territórios. O número de pessoas que reportaram falar um dos idiomas em casa aumentou desde o último Censo.

O idioma não oficial mais falado em Newfoundland e Labrador também é uma língua aborígene: o montagnais.

“Três línguas aborígenes tem crescido rapidamente”, disse Corbeil. “O Cree, Inuktitut e Ojibway são os que mais aparecem (entre as línguas aborígenes).” Juntas essas três representam 63% das pessoas que falam uma língua aborígene em casa. Acredita-se que a razão é devido ao crescimento populacional acima da média nacional entre essa população.

Cidades multilíngües

Três quartos das pessoas que relatam falar um idioma não oficial mora em uma das grandes metrópoles: Toronto, Montreal, Ottawa/Gatineau, Calgary, Edmonton ou Vancouver.

O árabe é o idioma estrangeiro mais falado em Ottawa e Montreal. O cantonês o mais falado em Vancouver e Toronto e o tagalog o mais falado em Calgary e Edmonton.

É importante notar que apesar do crescimento do número de pessoas que falar outros idiomas não significa que o inglês e o francês estejam perdendo espaço. 70% das pessoas que falam um idioma estrangeiro como língua nativa também falam inglês ou francês em casa.

Mais de 200 línguas são faladas nas casas do Canadá

fonte: https://www.canadaagora.com/noticias/mais-de-200-linguas-sao-faladas-nas-casas-do-canada.html

Mandarim será requisito de 42% das empresas dos EUA até 2020

Demanda no Brasil ainda é tímida, mas deve crescer nos próximos anos, segundo especialistas

 

São Paulo – Procura por profissionais que falam outros idiomas deve crescer nos Estados Unidos na próxima década. De acordo com pesquisa do University of Phoenix Research Institute, a proficiência em espanhol e mandarim lidera a lista de habilidades que serão mais requisitadas pelos empregadores.

Ao todo, 42% das empresas ouvidas pela pesquisa admitiram que querem contratar pessoas que dominem o idioma oficial da China.

A demanda é um retrato fiel da mudança de foco dos negócios internacionais de hoje: com os investidores, ao mesmo tempo, encantados com o ritmo de crescimento chinês e desconfiados com as economias que ainda estão se recompondo da crise.

Para se ter uma ideia, a China atraiu, em 2010, 101 bilhões de dólares em investimentos, de acordo com relatório da Conferência da ONU para o Comércio e Desenvolvimento (Unctad). Com isso, o país está atrás apenas dos Estados Unidos na lista dos principais destinos de investimentos estrangeiros.

Brasil
Dadas as proporções do estreito relacionamento comercial entre Brasil e China, a demanda ainda é tímida no território nacional. Mas, afirmam especialistas, profissionais com esse perfil já são “disputados a tapa” em alguns setores.

“A princípio, a procura por profissionais que falassem mandarim era para atuar nos escritórios das empresas brasileiras na China”, afirma Eduardo Baccetti, sócio-diretor da consultoria 2GET.

Nos últimos anos, de acordo com o especialista, essa procura se acentuou, mas em uma situação inversa. Agora, os chineses estão entrando no Brasil. E compreendê-los em sua língua nativa é um diferencial para todo profissional.

“Nos próximos anos, o Brasil vai entrar em um processo muito pesado de investimentos em infraestrutura”, diz Baccetti. “Boa parte desses projetos terá participação de investidores chineses. O profissional que souber mandarim será muito valorizado”.

De acordo com a Câmara Brasil China de Desenvolvimento Econômico (CBCDE), a estimativa é de que, em 2010, o comércio com os chineses tenha alcançado a marca dos 50 bilhões de dólares.
Vista de Pequim à noite (Getty Images/EXAME.com)
Nesse cenário, as oportunidades para profissionais que tenham domínio sobre o mandarim extrapolam os limites dos bancos de investimento ou empresas ligadas ao comércio internacional. De acordo com Bacetti, setores do entorno, como escritórios de advocacia internacional e até agências de propaganda, vão começar a procurar pessoas com esse perfil.

Aprendizado
No entanto, essa crescente importância do mandarim para os negócios globais não é suficiente para motivar os ocidentais a encarar a aprendizagem da língua. Dos 518 profissionais que participaram da pesquisa da University of Phoenix Research Institute, 80% admitiam que não gostariam de aprender o idioma.

Isso é facilmente explicado pelas características do idioma oficial da China. Primeiro, o mandarim não é elaborado com base em um alfabeto convencional, mas sim em 60 mil ideogramas que representam conceitos. “A pessoa deve fazer uma associação de ideias e não de letras”, diz Chen Hsiu Li, professora do colégio Sidarta, de São Paulo, que oferece aulas de mandarim na grade de matérias obrigatórias dos ensino fundamental e médio.

Os diferentes tons do idioma também podem fazer muitos ocidentais tropeçar. “Se você confunde a entonação, muda todo o significado da palavra”, diz a professora. E também não vale ter “letra feia”. De acordo com a especialista, basta um traço diferente na caligrafia do ideograma para que a palavra perca todo o seu sentido.

Cláudia Siqueira, diretora do colégio ameniza a situação. “Existe uma complexidade do idioma para a própria comunidade chinesa. Na vida comum de um chinês, ele também esbarra com essas questões”, diz.

Fonte: revista EXAME.

Qual o nível de inglês que preciso para fazer intercâmbio?

TwitterGoogle+

O intercâmbio é uma excelente oportunidade para vivenciar outra cultura, fazer amigos em diferentes países, conhecer novas regiões e viajar pelo mundo. Um dos maiores atrativos é a possibilidade de aprender uma nova língua. Estudar em outro país é uma maneira divertida e eficiente de aprender um novo idioma.

Uma das línguas mais procuradas pelos intercambistas é o inglês. Entre os destinos mais desejados estão as cidades de Londres, Nova York e Sydney, lugares localizados em diferentes continentes e que apresentam ótima qualidade de vida.

A técnica de inserção, que coloca o estudante para vivenciar a cultura de outro país diariamente, é uma das melhores formas de aprender o idioma. Contudo, muitos estudantes têm dúvida em relação ao nível de inglês necessário para realizar o intercâmbio.

Podemos classificar o conhecimento em outra língua, essencialmente, em quatro níveis: básico, intermediário, avançado e fluente. As escolas de idiomas separam os alunos de acordo com este conhecimento. Dessa forma, todos os estudantes de uma sala de aula apresentam o mesmo nível no idioma e podem avançar juntos. Abaixo, saiba mais sobre essa classificação.

Níveis de inglês

Básico

Alunos no nível básico têm pouco conhecimento na língua. Sabem algumas palavras, mas não têm boa leitura ou escrita.

Intermediário

São estudantes que apresentam um nível regular de escrita e leitura. Também já apresentam um pouco de conversação.

Avançado

Quem apresenta boa leitura e escrita, compreende bem o que ouve e consegue se expressar sem muita dificuldade tem nível avançado.

Fluente

Pessoas fluentes são aquelas que têm completo domínio sobre o idioma. Conseguem escrever, ler e falar espontaneamente sem dificuldade.

Qual o nível ideal de inglês para fazer intercâmbio?

O nível ideal depende do objetivo do intercâmbio. Alguém que pretende viajar para fazer uma especialização no exterior precisa de um bom conhecimento no idioma do país. Já quem viaja com intuito de aprender a língua pode apresentar diferentes níveis de inglês.

Uma pessoa com nível básico vai adquirir toda a base necessária na escola e vai poder aproveitar para praticar o que aprender nas situações cotidianas. Quem tem conhecimento intermediário ou avançado tem a oportunidade de aperfeiçoar a fluência na língua, na escola e na convivência com pessoas nativas do país.

Por isso é importante que, no primeiro dia de aula, cada estudante faça uma prova para avaliar o seu nível de conhecimento na língua. De acordo com o resultado, o aluno é direcionado para a turma mais adequada.

Para garantir o máximo de aprendizado durante o intercâmbio, é extremamente recomendado que o estudante aproveite a oportunidade para conviver e conversar com pessoas que falem fluentemente o idioma. Quanto mais o intercambista falar e praticar, maior será o aprendizado.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                  http://blog.descubraomundo.com/intercambio/qual-o-nivel-de-ingles-que-preciso-para-fazer-intercambio/                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                       .  Faça um orçamento sem compromisso!

Espanglish oferece aulas particulares de inglês, espanhol e outros idiomas para você!!!!!

(41)3308-9498 / 9667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br