Setor de eventos de Joinville movimentou R$ 180 milhões em 2018

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução Simultânea em Joinville nas línguas espanhola, inglesa, francesa, alemã, italiana, russa, holandesa, portuguesa (PT), japonesa, coreana, entre outras.

http://www.espanglish.com.br

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

Em 2018, setor de eventos cresceu 18% e movimentou pelo menos R$ 180 milhões em Joinville, segundo estimativa da Expoville

O setor de eventos cresceu 18% em 2018, em Joinville, considerando os resultados alcançados pelo Centro de Convenções e Exposições Expoville, maior do gênero no Sul do Brasil e principal endereço de eventos organizados no município. O balanço ficou acima da alta de 15% registrada no primeiro semestre e superou as expectativas do Complexo, conforme aponta o diretor comercial Luciano Coradi. Em impacto financeiro, os dígitos chegam a R$ 180 milhões.

A alta tem relação com o aquecimento no número de ações e do próprio turismo de eventos em expansão na cidade no último semestre. Foram contabilizados 205 congressos, feiras e celebrações na Expoville nos doze meses do ano. O mercado aquecido teve ainda contribuição das próprias ações realizadas no município, que tiveram maior investimento em estrutura.

— O crescimento de 2018 tende a se repetir em 2019, temos confiança de que será um ano bom porque o setor continua em recuperação pós-crise — analisa Coradi.

Com base em estudos realizados por instituições do setor, referente ao gasto médio de turistas de negócios e eventos no País, de cerca de R$350 por pessoa, por dia, a entidade estima que somente os eventos do segmento de encontros, conferências e palestras, tenham gerado reflexo de cerca de R$ 180 milhões para Joinville no ano – ao menos R$ 20 milhões superior ao saldo de 2017.

Pisar em ovos

A partir deste ano, vale lembrar que o consumidor deve aumentar a cautela se cogitar desistir da compra de um imóvel negociado na planta. Pelo norma o distrato imobiliário, esses clientes terão de pagar até metade do valor já repassado à construtora, como penalidade para desfazer o negócio. Antes, nos casos julgados pela Justiça, a cobrança por desistência costumava varia de 10% a 25% do valor pago. A medida é válida desde a sanção do agora ex-presidente Michel Temer, em assinatura ocorrida na semana passada.

Saneamento

Publicada no Diário Oficial da União de sexta-feira (28), passou a valer a Medida Provisória 868/2018, que altera o marco legal do saneamento básico no País. Com a MP, a Agência Nacional de Águas (ANA), passa não só a gerenciar os recursos hídricos, mas também a regular a prestação dos serviços públicos de saneamento básico – antes essa era uma atribuição dos municípios.

Para Percy Soares Neto, diretor de relações institucionais da Associação Brasileira das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto (ABCON), a medida surge como oportunidade de entrada para novos investimentos no setor com participação da iniciativa privada, podendo promover a inclusão de 100 milhões de Brasileiros que hoje não têm acesso a coleta e tratamento de esgoto, além de 35 milhões que não contam com acesso à água tratada.

Desdobramentos

Por outro lado, a aprovação da MP 868 demorou a sair como aponta a Agência Brasil, devido a discussão da possibilidade de a proposta facilitar “a privatização de empresas públicas de saneamento e obrigar o pagamento de tarifas mesmo sem conexão ao serviço de água e esgoto”. Governadores também mobilizados consideraram ainda “risco de desestruturação e de piora das condições fiscais dos governos estaduais, além de agravar as desigualdades”. Isto porque, acarreta no fim do ‘subsídio cruzado’ que permite que recursos arrecadados com as tarifas de água e esgoto em áreas mais desenvolvidas sejam investidos nas áreas mais vulneráveis.

Saúde

Balanço da pasta da Saúde no Estado, considerando os últimos dez meses, mostra aumento no número de cirurgias eletivas e a melhora do estoques de medicamentos em Santa Catarina, este último passando de 36% para 90%. Houve ainda o empenho de todas as despesas da secretaria, com regularização da dívida do setor. O então secretário, XXX, apontou também que mais de 85% dos catarinenses são atendidos em suas regiões de origem. No Norte, esse índice chega a 97,17%.

fonte: https://www.nsctotal.com.br/colunistas/loetz/setor-de-eventos-de-joinville-movimentou-r-180-milhoes-em-2018

Abertura 80ª Festa das Flores terá apresentação da Escola Bolshoi e presença de ministro

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução de Hebraico em Joinville

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

O evento ocorre de 13 a 18 de novembro, na Expoville, em Joinville

Na próxima terça-feira, 13 de novembro, Joinville será contagiada pelas cores, formas e beleza da sua 80ª Festa das Flores. A solenidade oficial de abertura da 80ª Festa das Flores ocorre às 20 horas, no palco do pavilhão Nilson Bender, na Expoville, com a presença do patrono do evento, o ministro do Turismo Vinicius Lummertz, que virá a Joinville especialmente para a ocasião.

Outro momento especial da noite, será a participação da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil. Os alunos apresentarão um conjunto de coreografias diversificadas que fazem parte do repertório da instituição.

No espetáculo, o público poderá viver diferentes sensações com a mistura de ritmos contagiantes, como o de dança folclórica e trechos de renomados balés de repertório, como o vibrante “Chamas de Paris”, o intenso “Águas Primaveris” e o vigoroso “Gopak”.

Abertura ao público

Às 14 horas, os pavilhões da Expoville recebem o público com a exposição com milhares de orquídeas, flores, plantas ornamentais, árvores exóticas, ambientadas em cenários que reproduzem elementos da natureza como lagos, quedas d’água e a exuberante Cascata do Piraí.

Já na abertura do evento, os visitantes conhecerão as plantas campeãs da edição. Ao todo, trinta plantas são premiadas, em dezenove grupos: Laelia purpurataMicro-orquídeas, Outras espécies de Laelias Cattleyas, Espécies botânicas, Híbridos de Catteyas Primário/Naturais, Híbridos de Cattleyas, Híbridos de Cattleyas Miniaturas, Phalaenopsis e afins, Vanda e afins, DendrobiumOncidium/Miltonia/Aliança só híbridos, Bromélias com flor, Bromélias sem flor, Plantas ornamentais, Anthurium e afins, Cactos, Suculentas, Dyckias e Bonsais. São concedidos, também, os prêmios Destaque Especial e Mérito de Cultivo.

A 80ª Festa das Flores é uma realização da Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult) e da Agremiação Joinvilense dos Amadores de Orquídeas – AJAO.

fonte: http://anoticia.clicrbs.com.br/sc/geral/joinville/noticia/2018/11/abertura-80-festa-das-flores-tera-apresentacao-da-escola-bolshoi-e-presenca-de-ministro-10640435.html

Festival em Joinville Sobre Diversidade Cultural

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Intérprete Holandês em Joinville.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

O Museu de Imigração e Colonização receberá um Festival em Joinville no próximo domingo (11), de 11 as 18 horas. Será o Festival do Museu Nacional da Imigração e Colonização (MNIC). Com o objetivo tanto de promover integração entre diversos grupos quanto de trazer a diversidade até as comunidades de Joinville.

Realizado pela Prefeitura da cidade , através da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult). Será mais uma oportunidade que a população terá de lazer e cultura.

Programação do Festival em Joinville

Como parte da programação, o festival será composto de várias atrações como música, teatro e artesanato. Além de dança, cinema e gastronomia.

Veja também 80ª Festa das Flores em Joinville 

Os temas serão baseados na cultura de diversos povos. Sendo assim, acrescentará conhecimento ao público que participar do evento. Não somente da cultura italiana, japonesa, árabe, mas também dos haitianos, senegaleses, franceses e alemães.

Museu de Imigração e Colonização receberá Festival em JoinvilleMuseu de Imigração e Colonização receberá Festival em Joinville – Casa de Doda

Para a coordenadora do Museu, Renata Cittadin, o público terá uma nova experiência:

“Será uma nova experiência para o público que poderá entender a imigração não como um fenômeno que aconteceu apenas no século XIX, com a vinda dos europeus, mas como um processo recorrente. ”

A programação da parte da manhã contará com poemas e apresentações musicais de diversos grupos como: Associação de Imigrantes Haitianos de Joinville, Movimento Negro Maria Laura. E também do Joinville Quartett e WuChi Escola de Tai Chi.

À tarde, as atrações serão por conta dos musicais, teatro e dança. Não só com o grupos Aliança Francesa de Joinville, Coral Ítalo-brasileiro do Circolo Italiano de Joinville e Aliança Cultural Brasil-Japão de Joinville.

Mas também, dos Bandoneonistas de Joinville, Grupo Folclórico Germânico Oldenburg e ainda Baque Mulher Joinville.

Por fim, terá as apresentação do Projeto Imigrante Cidadão – Católica de Santa Catarina / ADIPROS, Kyanite e Crossing Hearthstone e  Casa Vó Joaquina

Tanto a entrada quanto a participação nas atividades serão gratuitas. Contudo, na área de gastronomia serão vendidos diversos tipos de comidas típicas.

fonte: http://noticiasefatos.com.br/festival-em-joinville-sobre-diversidade-cultural/