Aprendizado de inglês fora da sala de aula ajuda na retenção de informações e cria memória afetiva

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Legendas de inglês em Curitiba

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

A maneira mais tradicional de aprender inglês é nas salas de aula, mas aprimorar-se fora dela faz com que as pessoas se envolvam mais com a língua estrangeira e de uma maneira mais prazerosa. A música, o cinema, passeios, um bom livro e até mesmo a tecnologia ajudam no aprendizado da língua estrangeira, principalmente no público 50+. “Trazer o aprendizado de inglês para situações simulando a realidade ou passeios culturais, faz com que o aluno se envolva de tal forma, deixando-o fluir sem restrições ou filtros. A diversão ajuda muito na retenção das informações, pois cria memórias agradáveis”, confirma a professora e sócia-proprietária da Tea Time Escola para Maiores de 50 Anos, Renata Gardiano.
Há mais de seis anos no mercado, a Tea Time lança mão de várias atividades extracurriculares para atender um público que vai dos 50 aos 80 anos. Com duas unidades, uma no Batel e outra na Fábrika, no Alto da XV, em Curitiba, a Tea Time tem uma gama variada de atividades fora da sala de aula que acontecem todas as sextas-feiras e que inclui passeios, leitura coletiva de livros, cinema, música, uma viagem internacional por semestre, passeios de campo curtos, entre outros. “Foi-se o tempo em que acreditávamos que decorar um livro levasse ao conhecimento de algo. A leitura é fundamental, claro, mas a construção de um pensamento crítico se faz através de outras formas de expressão como a música, o cinema, o livro, enfim várias formas desenvolvem habilidades com prazer e emoção”, diz Renata.
Este ano, o aprendizado de inglês na Tea Time foi reforçado com várias atividades entre elas, a visita guiada ao um supermercado e a viagem de campo “Curitiba sob um Novo Olhar”, esta em parceria com a Agência Special Paraná, que foi um dia inteiro de atividades com visita ao Museu do Holocausto, Museu da Vida e Museu Indígena, espetáculo com a Camerata Santa Maria e almoço entre amigos. Teve também viagem de intercâmbio com a escola em Toronto, no Canadá, com formatura em New York, e também intercâmbio escolar em Malta, além do Book Club que acontece uma vez por mês no semestre, onde é lido em conjunto um livro em inglês.

Aluna da Tea Time há um ano, a dona de casa Carminha Zancan, 62 anos, gosta muito de aprender inglês tanto em sala de aula, um local que considera que a faz pensar bastante e fazer amigos, como nas atividades extracurriculares da escola. Na viagem de campo “Curitiba sob um novo olhar”, Carminha disse que parecia que estava em outro país com a guia falando inglês e considerou o passeio “uma experiência profunda”. No passeio de compras ao supermercado, levou uma lista e aprendeu de forma lúdica e divertida o que estava escrito no papel, relacionando com o que comprou, diferente de estar neste estabelecimento comercial em outro país e só pegar o produto e pagar com cartão ou dinheiro.

fonte: http://www.diarioinduscom.com/aprendizado-de-ingles-fora-da-sala-de-aula-ajuda-na-retencao-de-informacoes-e-cria-memoria-afetiva/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s