Cemitério de Porto Alegre atrai turistas o ano todo

Espanglish Traduções oferece seus serviços de Tradução Científica de Direito em Porto Alegre nas línguas espanhola, inglesa, francesa, alemã, italiana, russa, holandesa, portuguesa (PT), japonesa, coreana, entre outras.

http://www.espanglish.com.br 

(41)3308-9498 / (41)99667-9498

atendimento@espanholinglescuritiba.com.br

O cemitério da Santa Casa de Misericórdia, localizado em Porto Alegre, região sul do país, é um dos pontos de interesse para quem está começando a desbravar os encantos do chamado turismo cemiterial. Apesar de inicialmente causar estranhamento, esse tipo de roteiro turístico guarda verdadeiros tesouros históricos e artísticos. Para quem decide deixar o receio de lado, os passeios em cemitérios são bastante interessantes.

Cemitério da Santa Casa: história e arte em Porto Alegre

A riqueza de símbolos artísticos presentes na arte tumular é algo que desperta o interesse do público de todas as idades que visita a necrópole gaúcha. Existem até mesmo roteiros coordenados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) que têm como foco incentivar um outro olhar sobre o cemitério, além de capacitar os guias turísticos locais em um novo nicho dentro do segmento.

Mais antigo da região sul do Brasil, o cemitério da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre foi inaugurado no ano de 1850. O início de suas atividades já é, por si só, um fato histórico: o local foi criado para receber as vítimas das epidemias de doenças como febre amarela, cólera e escarlatina que assolavam a população da época. Em pouco mais de quatro décadas, a necrópole já abrigava mais de 50 mil mortos. Até o início do século XX, este era o único cemitério da capital gaúcha.

Este é um dos cemitérios que mais recebem homenagens, velas e coroa de flores em Porto Alegre. Entre seus mortos ilustres estão nomes como o do artista plástico Iberê Camargo e do político Júlio de Castilhos, duas vezes presidente do Rio Grande do Sul.

A arte tumular também merece destaque. O mausoléu da tradicional família José Leite, parte da elite da antiga Porto Alegre, é avaliado em milhões de reais por conta das peças que compõem o jazigo, trazidas diretamente da Europa.

Quem se interessa em realizar uma visita guiada à necrópole deve procurar a administração do cemitério e fazer uma solicitação por escrito por meio de formulário específico. Se a visita for livre de roteiro, basta apenas deixar os dados junto à administração.

fonte: https://www.odebate.com.br/viajando/cemiterio-de-porto-alegre-atrai-turistas-o-ano-todo-28-09-2018.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s